Youtube muda de ideia e libera canal Crypto Investidor antes de pagar multa determinada pela Justiça

O Youtube decidiu revisar sua decisão em relação a exclusão do canal de criptomoedas Crypto Investidor. De acordo com o criador do canal, Diego Consimo, a plataforma de vídeos enviou um email sobre a mudança na decisão diante da suspensão do canal, que foi retirado do ar recentemente.

No email, o Youtube reconhece o erro em relação a suspensão arbitrária do canal na plataforma. Sem apresentar nenhuma justificativa sobre o cancelamento, Diego contou anteriormente ao Cointelegraph que o canal foi excluído durante uma live sobre o preço do Bitcoin (BTC).

Assim, no dia 16 de fevereiro de 2021 o canal Crypto Investidor foi excluído pelo Youtube. No entanto, o Youtube mudou de ideia logo após uma decisão judicial que determinava o restabelecimento do canal do Crypto Investidor, ou o pagamento de uma multa de até R$ 30 mil.


Email enviado pelo Youtube sobre o canal Crypto Investidor (Reprodução)

Crypto Investidor volta ao Youtube

O canal do Crypto Investidor voltou ao Youtube na noite desta última quarta-feira (3). Com mais de 24 mil inscritos, desde o dia 16 de fevereiro o canal não podia ser acessado por ninguém.

Além de excluir o canal, mais de 650 vídeos foram retirados do ar temporariamente pela plataforma do Youtube. Para Diego Consimo, o canal foi restabelecido somente depois que a Justiça publicou uma liminar sobre o caso.

“Com toda certeza foi a liminar, pois mandei diversos e-mails para a google e sempre tive a mesma resposta de que o jurídico da google tinha decidido manter a decisão por violar as diretrizes.”

Sem motivo

O advogado Vinicius Imbrunito da Silva explica que big techs’ como o Youtube devem seguir a legislação brasileira, que “prevê a ampla defesa do contraditório”, algo que o canal Crypto Investidor não teve até o canal ser excluído.

Além disso, o advogado lembra que a plataforma não apresentou nenhuma justificativa para a exclusão do canal Crypto Investidor antes de a decisão ser tomada unilateralmente.

“A exclusão de conteúdo é feita de forma unilateral pela plataforma, que sequer justifica o motivo. Nesses casos, por força de lei, a empresa é obrigada a justificar qual foi a violação cometida, para, assim, poder propiciar a ampla defesa do criador de conteúdo.

Vale dizer que o direito à ampla defesa e ao contraditório são garantias constitucionais, fundamentais de todo ser humano, e que tais garantias são aplicáveis nas relações entre particulares, nesse caso, o canal Crypto Investidor e o Youtube.

Prejuízo de 83%

No dia 1º de março de 2021, a Justiça determinou que o Youtube deveria restabelecer o canal do Crypto Investidor na plataforma em 48 horas. Segundo a decisão liminar, a empresa poderia pagar uma multa diária de R$ 3 mil, que poderia ser acumulada em até R$ 30 mil.

Diego Consimo conta que foi avisado por seguidores sobre o retorno do canal Crypto Investidor ainda nesta quarta-feira (3), ou seja, dentro do prazo legal estabelecido pela Justiça para o retorno do canal no Youtube.

Mesmo com o canal restabelecido, o empresário diz o canal do Youtube representava 83% da receita da empresa Crypto Investidor, que ficou sem receber novas inscrições por mais de duas semanas.

“A suspensão prejudicou e muito, pois o canal da Crypto Investidor no Youtube representava 83% da minha audiência, desde o período que deletaram o canal basicamente não tivemos novas assinaturas de nossos serviços na empresa.”

Leia Mais:

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 56,610.00
  • ethereumEthereum (ETH) $ 2,331.58
  • binance-coinBinance Coin (BNB) $ 561.00
  • xrpXRP (XRP) $ 1.38
  • tetherTether (USDT) $ 0.999062
  • cardanoCardano (ADA) $ 1.25
  • dogecoinDogecoin (DOGE) $ 0.302256
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 34.90
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 264.18
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 939.57