XTR Corporation permite reinvestir dinheiro e clientes desconfiam de crise

A XTR Corporation é uma empresa que oferece rendimentos sobre supostas operações com criptomoedas.

A empresa não possui permissão da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para ofertas produtos. Além disso, ela também não possui registro no Brasil.

Recentemente, a XTR permitiu que o capital dentro da plataforma fosse reinvestido.

Clientes apontam que a medida é um possível sinal de crise, uma vez que a empresa não deseja que saques sejam realizados.

XTR reduz valor para ativação

Junto com as preocupações de crise, começaram também boatos de que a empresa seja uma pirâmide financeira.

O modelo de negócio de uma pirâmide financeira consiste em atrair o maior número possível de clientes. Os valores de novos aderentes são utilizados para pagar os mais antigos.

Segundo uma mensagem encaminhada em grupos de clientes da empresa:

XTR reduz valor para ativação
XTR reduz valor para ativação

Nota-se que o valor para entrada foi reduzido. Possivelmente, esta é uma estratégia para conseguir mais usuários.

Tal iniciativa fez com que clientes acreditassem na ruína da estrutura da XTR Corporation.

Ademais, a possibilidade de reinvestir capital na plataforma foi tratada como uma medida para reduzir saques.

Clientes aconselham a não investir

Até mesmo clientes da XTR estão aconselhando a não investir na plataforma.

Após entrar em um grupo da empresa, um potencial investidor encaminhou ao CriptoFácil uma mensagem recebida por ele:

Mensagem enviada por um cliente da XTR
Mensagem enviada por um cliente da XTR

Além disso, aparentemente alguns clientes estão tendo problemas de volatilidade nos saques.

Conforme indagação levantada por um dos clientes da empresa:

Cliente questiona pagamentos
Cliente questiona pagamentos

De fato, a dinâmica de pagamentos da XTR chama atenção. Só é possível solicitar um saque às terças-feiras.

Contudo, não é possível receber o dinheiro no mesmo dia, apenas uma semana depois.

Em outras palavras, o cliente “saca” um valor em dada terça-feira, recebendo somente na semana seguinte.

Por fim, outro ponto que chama atenção é a censura nos grupos da empresa.

Na imagem em que o cliente questiona os pagamentos, uma rápida resposta falando sobre a seriedade da empresa foi dada.

Outras respostas foram dadas de forma contundente, fazendo com que o cliente preferisse agradecer e encerrar o assunto.

Relatos de antigos investidores se dão nesse sentido. Apenas um simples questionamento era suficiente para causar a exclusão do grupo.

Leia também: Ministério Público encontra indícios de pirâmide financeira em duas empresas

Leia também: Golpe com Bitcoin usa imagem de Tiago Leifert para atrair investidores

Leia também: Hacker do Twitter tem mais de R$ 18 milhões em Bitcoin

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 46,706.00
  • ethereumEthereum (ETH) $ 1,459.51
  • cardanoCardano (ADA) $ 1.36
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • binance-coinBinance Coin (BNB) $ 223.86
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 33.83
  • xrpXRP (XRP) $ 0.441750
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 172.09
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 25.58
  • stellarStellar (XLM) $ 0.438188