O Bitcoin (BTC) está capturando a atenção dos investidores mais uma vez, pois os mercados futuros atingem seu maior volume desde que os mercados caíram abaixo de US$ 4.000.

De acordo com dados do recurso de monitoramento Skew, o dia 2 de abril obteve o melhor desempenho de futuros de Bitcoin desde 16 de março.

CME e Bakkt mostram novo crescimento

O CME Group registrou US$ 347 milhões em volume na quinta-feira, 2 de abril, enquanto a concorrente Bakkt registrou US$ 12 milhões por seus futuros liquidados fisicamente e quase US$ 8 milhões por seu produto à vista.

O aumento seguiu duas semanas de desempenho sem brilho. Os investidores entraram em pânico no mês passado, após uma espiral descendente nos mercados de Bitcoin, enviando o preço para US$ 3.600 em questão de horas.

Desde então, o desempenho dos preços se recuperou, atingindo na quinta-feira, 2 de abril, uma alta de 93% quando o BTC / USD atingiu US$ 7.170.

1a2d7a114a8bebc837a67293a7afd430.jpg (1410×820)

CME, Bakkt futuros de Bitcoin – gráficos de 1 mês. Fonte: Skew/ Twitter

A confiança dos investidores retornou em tempo recorde, apesar das incertezas que afetam os mercados tradicionais. Os analistas acreditam que o Bitcoin sofreu inicialmente com a epidemia, pois os investidores venderam fundos para cobrir perdas em ações e em outros lugares.

Para alguns participantes do setor, a atual ação de preço de US$ 7.000 foi apenas uma amostra do que está por vir.

Jonathan Leong, cofundador e CEO da plataforma de negociação BTSE, disse que estava “otimista” no futuro. Ele resumiu no Twitter:

“#Bitcoin mostrando uma resiliência extraordinária no que pode ser a pior crise econômica de todos os tempos, e está apenas começando!”

Colocando dinheiro onde é importante

Até os céticos do Bitcoin continuaram a desprezar a resposta altamente controversa do governo ao impacto econômico do coronavírus.

Desde que o Federal Reserve dos Estados Unidos injetou um recorde de US$ 6 trilhões em liquidez na economia e disse que possui dinheiro “infinito”, os holofotes se concentram cada vez mais na idéia de que a moeda fiduciária é um jogo de soma zero.

O resgate de setores empresariais deficitários ou insustentáveis, como as companhias aéreas, com dinheiro inútil, foi, portanto, o início de um ciclo interminável, alertou Peter Schiff, defensor ferrenho do ouro.

Na sexta-feira, Schiff escreveu:

“Dar dinheiro às companhias aéreas para manter os trabalhadores que não precisam mais não é apenas um desperdício de dinheiro dos contribuintes, mas também leva a uma alocação incorreta de recursos trabalhistas e a um setor aéreo americano menos eficiente e competitivo, que estará em constante necessidade de futuros resgates.”

Deixe uma resposta