Volume de negociação de Bitcoin na Argentina ultrapassa alta histórica

O volume de negociação diária de Bitcoin na exchange peer-to-peer LocalBitcoins na Argentina ultrapassou sua alta histórica nesta semana, atingindo um novo recorde.

A recente crise econômica causada pelo coronavírus afetou todos os países do mundo e com a Argentina não é diferente.

Recentemente, o ministro da Economia do país sugeriu que seu governo não pagaria a dívida externa pela nona vez.

Segundo o jornal Financial Times, as negociações para reestruturar a dívida externa da Argentina não estão funcionando. O país sul-americano deve aproximadamente US$ 323 bilhões, embora grande parte da dívida tenha sido adquirida pelo governo anterior.

Martín Guzmán, ministro da Economia, disse ao jornal que a Argentina está “efetivamente falida”.

A declaração ocorre em meio a previsões de queda rápida do PIB e dos salários e aumento do desemprego combinado à hiperinflação. Alguns analistas dizem que isso poderá criar uma das piores crises da história da Argentina.

O país também instaurou novas leis de controle de capital no país no fim do ano passado e, segundo alguns estudos, isso pode ter influenciado no aumento da procura por Bitcoin.

Um artigo publicado pelo analista Matt Ahlborg sugere que as recentes medidas econômicas do governo argentino podem ter feito com que a procura por alternativas como o Bitcoin aumentasse no país:

“Os dados mostram que os problemas endêmicos da Argentina provavelmente agora são a principal força de crescimento que atua nos volumes ARS da LocalBitcoins. Se olharmos mais de perto desde a reintrodução dos controles de capital no outono passado, podemos ver picos de volume relacionados a medidas específicas de controle de capital e eventos econômicos.”

A startup de análise de criptomoedas Arcane Research também realizou um estudo no país e mostrou que o volume de negociação semanal entre o peso argentino e o Bitcoin registrou um aumento de 1.028% entre janeiro de 2018 e abril de 2020. 

Um dos motivos deste impressionante aumento é porque o peso está sujeito a uma contínua inflação e desvalorização. Somente no último ano, a moeda do país perdeu 30% de seu valor.

No entanto, em termos de dólares, os volumes subiram de US$ 200.000 para US$ 450.000 nos últimos meses. 

No fim do mês passado, a Arcane Research afirmou:

“Os argentinos estão trocando quantias recordes de pesos por Bitcoin na LocalBitcoins, já que o governo está prestes a deixar de pagar sua dívida e a moeda está sofrendo de inflação. O volume aumentou 1028% em pesos argentinos, 407% em BTC e 139% em USD desde o início de 2018, mostrando um crescimento substancial também em termos reais.”

Muitos analistas temem que, por causa da crise econômica causada pelo coronva vírus, o país repita medidas drásticas do passado que podem destruir a moeda do país.

Em 2001, no que ficou conhecido como Corralito, o governo argentino congelou as contas em dólar que as pessoas mantinham nos bancos.

Ele mudou o peso para a taxa de câmbio do dólar e depois converteu os dólares bancários em pesos nessa taxa. Assim, os depósitos perderam 75% do valor da noite para o dia.

De acordo com os dados, parece que as tesões e a instabilidade econômica do país podem estar levando investidores a procurar alternativas que não possuem o controle do estado, como o Bitcoin.

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 17,142.45
  • ethereumEthereum (ETH) $ 520.32
  • rippleXRP (XRP) $ 0.568589
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 272.48
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 12.65
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 70.60
  • stellarStellar (XLM) $ 0.211313
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 4.82
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.143492