Urgente: 10 milhões de USDT foram enviados para a Binance poucos segundos antes do halving

Com poucos segundos faltando para a ativação do halving, cerca de 10 milhões de USDT, na blockchain da Tron, foram transferidos para a Binance, segundo informou o Whale Alert.

O movimento milionário da stablecoin coincidiu exatamente com a mineração do bloco 629999 na blockchain do Bitcoin.

Ainda é incerto como o movimento pode impactar no preço do Bitcoin antes do evento.

No momento da escrita o Bitcoin está sendo cotado a US$ 8520,91 com uma pequena desvalorização de 0,34%

No Brasil porém o BTC está em alta de 4,70% sendo cotado a R$ 49.993 segundo dados do Cointrademonitor.

Manipulação?

Tether, empresa ligada a Bitfinex e que controla o desenvolvimento do USDT, principal stablecoin do mercado de criptomoedas criou mais de 1 Bilhão de seus tokens, supostamente lastreado em dólares, durante o mês de abril.

Em 01 de abril o Bitcoin abriu o mês sendo negociado em torno de US$ 6869 porém embora tenha registrado seu maior valor no dia 30 de abril, último dia do mês, chegando a US$ 9318, fechou o dia sendo cotado a US$ 8751, uma alta de 22% no mês.

A criação de novos tokens USDT ocorreu durante todo o mês, mas uma das maiores ‘impressões’ de novos USDT ocorreu no dia 29 de abril, um dia antes do Bitcoin registrar sua maior alta no mês e voltar a ser cotado acima de US$ 9 mil.

No dia 29, a Tether, criou mais de 160 milhões de USDT. Os primeiros US $ 60 milhões foram cunhados quando o Bitcoin foi avaliado em pouco mais de US $ 8.000. Uma segunda transação de US$ 100 milhões em USDT foi emitida pouco antes de o BTC ultrapassar US$ 8.500. 

Ao mesmo tempo, houve um movimento significativo do USDT das baleias entre Binance e OKEx. Em pouco menos de 12 horas, 91 milhões de tokens foram transferidos de carteiras desconhecidas para as duas exchanges, com a maior parte – US$ 85 milhões em duas transações – destinada à Binance. 

História do Tether

O precursor do Tether, originalmente chamado “Realcoin”, foi anunciado em julho de 2014 pelos co-fundadores Brock Pierce, Reeve Collins e Craig Sellars como uma startup sediada em Santa Monica. Os primeiros tokens foram emitidos em 6 de outubro de 2014, na blockchain Bitcoin, usando o Omni Layer Protocol. Em 20 de novembro de 2014, o CEO da Tether, Reeve Collins, anunciou que o projeto estava sendo renomeado para “Tether.

Desde então há especulações sobre a Tether e a Bitfinex e a possível manipulação delas no mercado de Bitcoin. Embora a Bitfinex sempre tenha negado sua vinculação com o USDT (a empresa foi a primeira a dar suporte ao token em janeiro de 2015), em 2017 foi revelado que desde 2014 as empresas estavam ligadas e possuíam o mesmo CEO e ‘time’ técnico.

Uma pesquisa realizada por John M. Griffin e Amin Shams em 2018 sugere que as negociações associadas ao Tether e a Bitfinex representam cerca de metade do aumento de preços no bitcoin no final de 2017, quando o BTC atingiu seu maior patamar de preço próximo a US$ 20 mil, desta forma, os pesquisadores sugeriam que houve manipulação do mercado por parte das empresas.

Em 2019, uma ação coletiva criada por Eric Young e Adam Kurtz , alega que a Tether, junto com a iFinex, (controladora da Bitfinex) haviam manipulado o preço do Bitcoin, contudo o processo foi arquivado.

LEIA MAIS

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 13,561.76
  • ethereumEthereum (ETH) $ 384.13
  • tetherTether (USDT) $ 0.999282
  • rippleXRP (XRP) $ 0.238654
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 261.31
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 11.04
  • binancecoinBinance Coin (BNB) $ 28.34
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 4.15
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 54.31
  • bitcoin-cash-svBitcoin SV (BSV) $ 162.38