Dados do CoinMetrics mostram que cerca de um terço da oferta circulante de Bitcoin Cash (BCH) nunca foi tocado.

O Coinmetrics também estima que 2,3 milhões de Bitcoins (BTC) não se movem há mais de cinco anos – compreendendo 12,5% dos quase 18,4 milhões de BTC em circulação.

32,6% do suprimento circulante de BCH nunca se moveu

Em 6 de abril, o Coinmetrics publicou dados indicando que 6 milhões de BCH não foram movidos desde o hard fork em 1º de agosto de 2017.

Com quase 18,4 milhões de BCH em circulação, 32,6% das moedas existentes foram perdidas ou são mantidas a longo prazo.

2,3 milhões de Bitcoins permanecem parados por mais de cinco anos

O Coinmetrics também estima que 12,5% da oferta circulante de BTC não se move há mais de cinco anos.

Os dados variam significativamente da análise produzida pela “Hodl Waves” do Unchained Capital – que estima que quase 4 milhões de BTC, ou 21,65% da oferta circulante, permanecem estagnados por cinco anos ou mais.

Crash de março gera recorde de atividades diárias na cadeia

A Hodl Waves indica que o colapso do mercado de 12 a 13 de março viu o maior número de Bitcoins já movimentado na cadeia, com 717.340 BTC ou 3,9% da circulação em movimento em 24 horas.

O hard fork que criou o Bitcoin Cash em agosto de 2017 é agora o segundo maior evento on-chain da história do Bitcoin, com 661.100 BTC ou 4,1% das moedas circulantes em movimento no início de agosto.

O terceiro maior dia de atividade na cadeia ocorreu quando os preços foram consolidados antes do colapso do BTC no início de novembro de 2015, com 626.000 BTC ou 4,2% da oferta em movimento em 24 horas.

Deixe uma resposta