Depois fazer uma propaganda indireta para o Bitcoin (BTC) na semana passada, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deu a entender que espera que o petróleo caia para apenas US$ 9.

Em uma conferência de imprensa em 31 de março, Trump reiterou o que se tornou uma previsão para os preços mais baixos do petróleo. 

Trump: US$ 9 pode “ser o que você queria”

Ele estava falando em meio a conversas com a Rússia e a Arábia Saudita, que planejam aumentar a produção de petróleo este mês, apesar da queda na demanda causada pelo coronavírus. Os preços do petróleo WTI perderam mais de 50% nos últimos 30 dias.

“Olha, são 22 dólares, mas é realmente muito mais barato que isso se você quiser negociar – ninguém viu isso”, disse Trump à imprensa.

“É como em 1950, é real – pensar que eram US$ 50, US$ 60, US$ 70, US$ 80 – e agora são US$ 22, mas você sabe, se você fizer um bom lance de US$ 9, acho que você provavelmente conseguiria o que você queria não?

A última vez que o petróleo circulou a US$ 10 foi em 1998, quando a Arábia Saudita também inundou o mercado para impedir um avanço da Venezuela.

Como o Cointelegraph informou, o Bitcoin limitou suas perdas acumuladas no ano para cerca de 10%, enquanto o WTI reduziu quase 70%, de acordo com dados do recurso de monitoramento Skew.

Macro assets returns for 2020

Retorno de ativos macro para 2020. Fonte: Skew

Produtores de petróleo quebram

Os comentários de Trump foram particularmente comoventes durante a turbulência enfrentada pelo dólar americano e seu emissor, o Federal Reserve.

Depois que o Fed disse que tinha dinheiro “ilimitado”, Trump alegou que o Estado poderia emitir infinitamente, descrevendo-o como “nosso dinheiro” e “nossa moeda”.

Isso, por sua vez, provocou arrepios nos apoiadores do Bitcoin, já que a falta de tal interferência no suprimento de dinheiro é um benefício importante sobre o decreto que torna a criptomoeda uma forma de dinheiro “duro”.

O aumento de produção planejado em abril é especialmente notável para a moeda fiduciária da Rússia, o rublo e aqueles que a utilizam. Fortemente ligado aos preços do petróleo, o rublo caiu para o nível mais baixo em relação ao dólar em quatro anos.

Paradoxalmente, a Rússia atualmente gasta dinheiro sustentando a taxa de câmbio do rublo enquanto produz petróleo para um mercado saturado.

Deixe uma resposta