Trump assina ordem para a NASA explorar recursos minerais no espaço, incluindo asteroide com 120 km de ouro

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou uma ordem executiva, na qual declara que os EUA podem minerar recursos minerais na Lua ou em qualquer asteróide. A ordem chamada “Encouraging International Support for the Recovery and Use of Space Resources”  também permite que empresas americanas possam coletar, explorar e ‘arrancar’ qualquer recurso de qualquer satélite natural e também em asteroides do Sistema Solar.

O ato de Trump inclui o asteroide 16 Psyche, que contém nada menos que US$ 10.000.000.000.000.000.000 em ouro e metais preciosos. Localizado entre Marte e Júpiter, orbitando o Sol, o asteroide é praticamente uma estrutura inteira feita de ouro e metais. São cerca de 120 quilômetros de largura constituídos de ouro, níquel, ferro, platina e outros metais.

Os cientistas alegam que se somente uma parte pequena pudesse ser trazida para a terra, o preço do ouro entraria em colapso assim como de outros metais devido a enorme quantidade que há no asteroide. O fato poderia impulsionar a adoção do Bitcoin como reserva de valor tendo em vista um eventual ‘derretimento’ do ouro como padrão. 

Com a ordem Trump deixa claro que os recursos do espaço são ‘de quem chegar primeiro’ e não patrimônio da humanidade conforme define o Tratado do Espaço Sideral, de 1967, que inclusive é usado como base comum na construção e desenvolvimento da Estação Espacial Internacional.

“Enquanto os Estados Unidos se preparam para enviar os humanos à Lua e viajar para Marte, essa ordem executiva estabelece a política dos EUA para a recuperação e o uso de recursos espaciais, como água e certos minerais, a fim de incentivar o desenvolvimento comercial do espaço”, disse Scott Pace, vice-assistente do presidente Trump e secretário executivo do Conselho Nacional do Espaço dos EUA.

No caso do asteróide ‘feito’ de ouro, uma missão será lançada pela Nasa junto com a SpaceX lançará em 2022 a sonda Psyche (o mesmo nome do asteroide), a partir do Cabo Canaveral e deve chegar até o solo do asteroide em 2026. Segundo a NASA o objetivo da missão é estudar a estrutura do 16 Psyche e não fazer ‘mineração’, no entanto, nem a NASA nem a SpaceX garantiram que nenhum artefato do asteroide será trazido para a terra.

Enquanto a Nasa não minerar ouro no espaço, o Bitcoin está enfrentando resistência na média móvel simples de 50 dias. Isso mostra que os bears não estão dispostos a desistir sem lutar. No entanto, se os bulls puderem manter o preço acima da média móvel exponencial de 20 dias pelos próximos dias, isso sinaliza força, segundo destaca o analista do Cointelegraph, Rakesh Upadhyay.

“Por enquanto, as posições longas podem ser protegidas com um stop loss de US $ 5.600. As paradas podem ser aumentadas para US $ 6.500 depois que os bulls impulsionam o par acima de US $ 7.500”, indicou.

LEIA MAIS

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 32,481.00
  • ethereumEthereum (ETH) $ 1,234.80
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 17.42
  • rippleXRP (XRP) $ 0.273451
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.349565
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 138.60
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 22.24
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 442.24
  • stellarStellar (XLM) $ 0.274388