Três importantes sinais que podem indicar uma forte onda de valorização para o preço do Bitcoin no mercado

O preço do Bitcoin pode desencadear uma importante onda de valorização no mercado e três importantes sinais técnicos demonstram que a criptomoeda está se preparando para esse momento.

A adoção do Bitcoin está aumentando e isso pode ser verificado na recente explosão dos contratos de derivativos da criptomoeda no mercado.

Além deste motivo, o estoque total de stablecoins disponíveis e um “cruzamento dourado” no gráfico do Bitcoin completam a lista de sinais que podem resultar em uma valorização expressiva para a criptomoeda.

Adoção da criptomoeda aumenta com crescimento do Bitcoin

Os contratos derivativos de Bitcoin mostram que investimentos desse tipo estão crescendo no mercado, sendo que o preço da criptomoeda pode ser impactado com essa recente expansão.

O crescimento desse segmento revela ainda que cada vez mais dinheiro está sendo aplicado em BTC através de contratos futuros, além de demonstrar maior adoção da criptomoeda no mercado de investimentos.

Quanto maior a adoção da criptomoeda, maior tende a ser o preço do Bitcoin no mercado, e que pode ser alterado pela grande movimentação de contratos futuros.

Uma publicação no Twitter mostra o otimismo de investidores diante de Futuros de Bitcoin da empresa CME, que preveem uma cotação acima de US$ 10.000 para a criptomoeda em breve.

Essa análise mostra que além otimismo, uma importante adoção do Bitcoin está acontecendo. Somente no último dia (18) a CME negociou US$ 32 milhões em contratos Futuros de Bitcoin, indicando um crescimento de operações do mercado de derivativos.

Correlação entre estoque de USDT e cotação do BTC

A emissão de stabelcoins já foi apontada como responsável por desencadear uma onda de valorização para o Bitcoin em 2017, sendo que em 2020 mais de US$ 1 bilhão de criptomoedas desse tipo foram criadas em 25 dias, segundo noticiou o Cointelegraph.

A stablecoin mais conhecida do mercado é a Tether (USDT), que já teve sua impressão relacionada a alta do Bitcoin quando a cotação do ativo se aproximou de US$ 20.000 em 2017.

Juntas, todas as stablecoins que existem no mercado ultrapassam US$ 10 bilhões em capitalização. Um gráfico publicado no Twitter pelo perfil MMCrypto correlaciona o preço Bitcoin com a emissão USDT, indicando uma valorização para o BTC.

“A demanda massiva por Bitcoin deve ser correlacionada com o maior suplemento de USDT de todos os tempos.”

Com um estoque recorde que cresceu quase 40% em 2020, as stablecoins podem influenciar no preço do Bitcoin no mercado, segundo mostra a análise publicada.

“Cruz de ouro” no gráfico da criptomoeda

O gráfico do Bitcoin mostra que uma “cruz dourada” foi registrada recentemente com o cruzamento de duas médias móveis de preço da criptomoeda.

Assim como o estoque de stablecoins e os contratos derivativos, a “cruz dourada” deve também impactar o preço do Bitcoin.

Historicamente, o preço do Bitcoin registrou uma acentuada valorização após o movimento conhecido como “cruz dourada” ser observado no gráfico da criptomoeda.

O cruzamento das médias móveis de preço de 50 e 200 dias foi visto nesta última terça-feira (19) e indica que o preço do Bitcoin pode enfrentar uma onda de valorização.

A penúltima “cruz de ouro” fez a criptomoeda subir 165% em cerca de dois meses após o cruzamento das médias móveis, sendo esse também um importante indicativo para o crescimento do Bitcoin no mercado.

Leia Mais:

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 16,944.07
  • ethereumEthereum (ETH) $ 510.27
  • rippleXRP (XRP) $ 0.550857
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 12.42
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 263.75
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 69.26
  • stellarStellar (XLM) $ 0.202962
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.143916
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 4.70