Startup brasileira Blockforce lança mapa ‘em tempo real’ sobre o avanço do coronavírus no Brasil

A startup brasileira Blockforce lançou em 30 de março a iniciativa Desvilarize que pretende criar um mapa, em tempo real, usando blockchain, da disseminação do coronavírus no Brasil, segundo um comunicado encaminhado ao Cointelegraph.

Os interessados em colaborar com a plataforma, que é totalmente gratutita, e ajudar a mapear o avanço da pandemia no país devem acessar o site: https://desviralize.org

Por meio da iniciativa pessoas de todo o Brasil são convidadas a preencher um questionário indicando se estão ou não diagnosticadas com o coronavírus, além de outras perguntas.

Por meio das respostas a empresa divide os usuários que colabora com a plataforma são divididos cinco categorias:

  • Sem sintomas
  • Sintomas selecionados
  • Febre + 1 sintoma
  • Internado
  • Recuperando

O mapa é atualizado em tempo real e fornece um cenário com mais fidedigno sobre o avanço do vírus, bem como as pessoas próximas que podem apresentar sintomas ou que necessitam de uma atenção especial.

Para preservar a privacidade os usuários são mantidos anônimos e nenhum dado é compartilhado no sistema.

“Trata-se de um sistema em blockchain para acompanhamento dos sintomas durante a pandemia, desenvolvido por amigos próximos. A ideia é criar uma base de dados confiável sobre o contágio, não somente quando testado nos hospitais, mas com registros perenes (quando, o que sentia, se teve contato com alguém contaminado, se viajou, se tem fatores de risco, etc.). Os respondentes são anônimos (autenticados por celular), e os dados abertos para pesquisadores”, disse a empresa.

Ainda segundo a Blockforce no mapa há dados apresentados em mapas; estatísticas com filtros por familiares, colegas de trabalho e amigos; situação dos participantes na rede e um canal de orientações: “O sistema ainda está em desenvolvimento, e terá mais valor na medida em que tiver mais participantes”, destacou a empresa.

Atualmente o mapa indica uma concentração maior de possíveis infectados pelo coronavírus na cidades de São Paulo, Campinas, Santos e Rio de Janeiro, contudo é possível visualizar que a pandemia se espalhou por todo o Brasil, confirmando dados que vêm sendo divulgados por governadores de Estado e pelo Ministério da Saúde que afirmou ter registrado mais de 136 mortes por coronavírus no Brasil e mais de 4 mil infectados.

O Cointelegraph participou do mapa respondendo aos questionários que é simples, direto e fácil de responder.

LEIA MAIS:  Alibaba quer lançar pagamentos com blockchain no Brasil e doará máscaras e respiradores para combate ao coronavírus
LEIA MAIS:  No Brasil e no mundo, comunidade de criptomoedas une forças contra o coronavírus

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 11,752.15
  • ethereumEthereum (ETH) $ 379.64
  • tetherTether (USDT) $ 0.999847
  • rippleXRP (XRP) $ 0.246074
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 249.71
  • binancecoinBinance Coin (BNB) $ 29.91
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 10.92
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 3.99
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.108821
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 48.03