Série ‘Billions’ inicia quinta temporada na Netflix falando sobre Bitcoin

“Billions”, famosa série do canal norte-americano Showtime distribuída na Netflix, estreou sua quinta temporada no último domingo (3) falando sobre Bitcoin.

Como não é uma empresa ou entidade que possuiu um setor de marketing para ajudar em sua divulgação, o Bitcoin depende de publicidade “orgânica” para atingir novas audiências.

É por isso que, quando veículos populares falam sobre o ativo, os entusiastas da criptomoeda se animam. E foi o que aconteceu no lançamento da quinta temporada de “Billions”. 

O show é uma série de drama baseada na história do ex-procurador dos EUA Preet Bharara, que ficou famoso por enfrentar Steve Cohen, o bilionário fundador da S.A.C. Capital Advisors, um grande fundo de hedge norte-americano fundado em 1992.

Na temporada mais recente, o criador do programa, Brian Koppelman disse que trabalhou com ajuda de Ben Mezrich, escritor e autor do livro “Bitcoin Millionaires”, que será lançado em 12 de maio.

Em uma cena do primeiro episódio da quinta temporada, Chuck Roades – interpretado por Paul Giamatti – falou sobre o ativo digital:

“(…) E para quê? Uma infinidade de computadores resolvendo alguma equação matemática abstrata, resultando na mineração de … Bitcoin. No momento, vale milhões, mas lastreado por quê? Nem um nix, zat, nada…”

O personagem interpretado por Giamatti contesta o fato do Bitcoin não ser lastreado por nada, uma crítica comum de alguns economistas ao ativo digital.

Muitos críticos do Bitcoin repetem essa mesma afirmação, dizendo que o Bitcoin não é lastreado por nenhum outro ativo, mas se esquecem que as moedas nacionais também não o são.

Ao ser questionado sobre o que lastreia o dólar, o personagem de Giamatti afirma que após o encerramento do padrão ouro em 1971 – onde cada país somente podia imprimir a quantidade de dinheiro que possuia em ouro – o dólar atualmente é apoiado pela confiança no órgão do tesouro dos EUA e no seu aparato militar.

O CEO da Binance, Chengpeng Zhao, foi às redes sociais comentar o assunto, e disse que isso é mais um fator que pode impulsionar a adoção dos ativos digitais.

Esta não é a primeira vez que o ativo digital aparece em algum programa de televisão conhecido. A série futurista “Altered Carbon” falou sobre criptomoedas na sua segunda temporada. 

Em “Os Simpsons”, o 13º episódio da 31ª temporada, intitulado “Frinkcoin”, também tratou do universo das criptomoedas e blockchain.

Esse episódio contou com Jim Parsons, o ator por trás de Sheldon Cooper em “The Big Bang Theory”, que explicou como o blockchain sustenta a criptomoeda e como os ativos digitais são descentralizados.

Leia Mais: 

Artigo

Leave a Comment

bitcoin
Bitcoin (BTC) 35.072,42 0,24%
ethereum
Ethereum (ETH) 2.183,30 5,33%
tether
Tether (USDT) 0,840977 0,03%
binance-coin
Binance Coin (BNB) 287,28 5,17%
cardano
Cardano (ADA) 1,15 3,77%
xrp
XRP (XRP) 0,641986 1,05%
dogecoin
Dogecoin (DOGE) 0,182590 2,68%
usd-coin
USD Coin (USDC) 0,839666 0,34%
polkadot
Polkadot (DOT) 15,47 12,32%
binance-usd
Binance USD (BUSD) 0,839300 0,42%