Renda de mineradores de Ethereum aumentou 60% em um mês

Os mineradores de Ether (ETH) têm motivos para ficar felizes. A renda diária obtida pelos mineradores da Ethereum aumentou mais de 60% em um mês.

De acordo com dados rastreados pelo pool de mineração da Ethereum Sparkpool, o aumento no lucro diário do aumento da mineração Ethereum também superou o aumento de 40% no preço do ETH no mesmo período.

O aumento da lucratividade ocorre graças às altas taxas de transação na rede, bem como ao crescimento relativamente lento da concorrência de outros mineradores.

Lucro da mineração e valor do ETH disparam

Os dados da Sparkpool mostram que a renda diária dos mineradores Ethereum era de cerca de US$ 1,85 (R$ 9,80) por 100 megahashes segundo (MH/s) na rede em 27 de junho. No mês passado, e nas últimas duas semanas em particular, esse valor chegou a US$ 3,27 (R$ 17,33) em 25 de julho.

Durante o mesmo período, o preço do ETH subiu quase 40%. Ele saiu de US$ 229,00 (R$ 1.213,00) em 27 de junho para US$ 326,00 (R$ 1.727,00) no momento da redação deste texto.

Com isso, o criptoativo também atingiu seu maior valor em um ano.

As taxas de transação na rede, que fazem parte da receita diária de um minerador, atingiram uma alta de dois anos, pois o hype em torno das finanças descentralizadas (DeFi) provocou um aumento nas atividades da rede.

Hashrate permanece estável

No entanto, o poder total de processamento na segunda maior rede em valor de mercado permaneceu estável. Atualmente, está em torno de 190 petahashes por segundo (PH/s), segundo o explorador Etherscan.

Atualmente, alguns equipamentos avançados de mineração Ethereum podem gerar altas receitas com mineração. Um exemplo é o A10 Pro da InnoSilicon, com um poder de computação de 485 megahashes por segundo (MH/s).

Essas máquinas podem gerar até US$ 12,92 (R$ 68,47) em receita diária, levando em conta o preço atual do ETH, a dificuldade de mineração e um custo de eletricidade de US$ 0,03 (R$ 0,15) por quilowatt-hora (kWh). Os dados são da pool de mineração F2Pool.

O lucro nesse nível excede algumas mineradoras de Bitcoin de primeira linha em quase 100%, embora o preço do Bitcoin tenha superado a barreira dos US $ 10.000,00 no fim de semana pela primeira vez desde o início de junho.

Isso ocorre porque, ao contrário do ETH, a dificuldade de mineração do Bitcoin ainda é alta. Assim, até as máquinas mais eficientes, como o WhatsMiner M30S ++ da MicroBT e o AntMiner S19 Pro da Bitmain, geram uma receita diária de no máximo US$ 9,00 (R$ 45,00) por unidade.

Com um custo de eletricidade de US$ 0,03 por kWh, o lucro diário fica em cerca de US$ 6,50 (R$ 34,00) no preço e na dificuldade atuais do bitcoin, segundo a pool de mineração PoolIn.

Leia também: Ethereum ultrapassa R$ 1.600 e 70% das carteiras apresentaram lucros na alta

Leia também: Bitcoin pode superar R$ 70.000 em breve, afirma analista da Fundstrat

Leia também: Hard fork na Cardano ocorrerá dentro de alguns dias

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 50,686.00
  • ethereumEthereum (ETH) $ 1,584.44
  • cardanoCardano (ADA) $ 1.22
  • binance-coinBinance Coin (BNB) $ 242.86
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 37.25
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • xrpXRP (XRP) $ 0.449232
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 188.10
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 29.99
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 526.94