A ferramenta de tributação de criptomoeda CoinTracker divulgou um relatório comparando a prevalência de propriedade de criptomoeda nas principais cidades dos Estados Unidos. O relatório é baseado nos dados do usuário que a CoinTracker coleta desde 2013.

A CoinTracker descobriu que as quatro principais cidades classificadas pelo tamanho médio do portfólio de criptomoedas estão todas na área da baía de São Francisco, na Califórnia, com São Francisco em aproximadamente US$ 55.000, seguido por Palo Alto com US$ 39.000, Oakland com US$ 35.000 e San Mateo com US$ 30.600.

Apenas quatro cidades fora da Califórnia abrigam investidores cujas ações médias em criptomoeda excedem US$ 20.000 nos EUA – com Seattle, Nova York, Tampa e Pittsburgh, detendo entre US$ 27.000 e US$ 21.000 em média.

Concentração de investidores

As descobertas também mostram uma concentração significativa de investidores nas cidades de São Francisco e Nova York – com seu “índice de usuários de criptomoeda” combinado aproximadamente equivalente ao das quatro cidades mais bem classificadas juntas.

São Francisco é a principal cidade da criptomoeda dos EUA pelo número de investidores e, portanto, obteve um índice de usuários de 100.

Nova York ocupa o segundo lugar na densidade de investidores, com uma classificação de índice de usuários de 92, no entanto, ocupa o sexto lugar no valor médio das participações, em quase US$ 23.000.

Los Angeles tem a terceira maior densidade de investidores, com um índice de usuários de 57,2, seguido por Chicago com 48,8 e Seattle com 39,7.

Ashburn, na Virginia, lidera ranking de detentores de criptomoedas per capita

Apesar de ser uma pequena cidade de 43.000 habitantes na Virgínia, Ashburn está no topo da lista de densidade de propriedade de cripto quando avaliada em uma base per capita.

Apesar de sua pequena população, Ashburn foi descrita como o “Centro da Internet”, com 70% do tráfego da Internet passando pela cidade, que também possui a quarta maior densidade de data centers nos Estados Unidos.

Redmond, em Washington, uma cidade fora de Seattle e a “capital das bicicletas do noroeste”, tem o segundo maior número de investidores em criptomoda per capita, seguidos por São Francisco.

79% da riqueza de criptomoeda dos EUA é mantida em Bitcoin ou Ether

Os investimentos em Bitcoin (BTC) compreendem 50,3% dos portfólios dos usuários da CoinTracker, seguidos pelo Ether (ETH), com 28,7%.

O Tether (USDT) ocupa o terceiro lugar, em 4,1%, seguido pelo Litecoin (LTC), com 3,3%, Ripple (XRP), com 3,1%, Chainlink (LINK), com 1,9% e Bitcoin Cash (BCH) e Tezos (XTZ), com 1,7% cada.

Os oito criptoativos mais populares compreendem 94,8% dos ativos em moeda digital dos EUA, com todos os outros criptoativos representando menos de 1% do capital total nos mercados de criptomoedas cada um.

Os investimentos em Ether superam as participações em Bitcoin de investidores em San Diego, Nashville, Seattle, Boston, São Francisco e The Bronx – com Ether compreendendo mais de 50% da riqueza em cada cidade.

Os investidores baseados em Redmond, San Antonio, Atlanta e Fremont têm a maioria de seu capital alocado em mercados que não são BTC ou ETH.

Artigo

Deixe uma resposta