Rede de hipermercados Auchan rastreia alimentos usando blockchain em Portugal

A rede francesa de hipermercados Auchan – que também tem sede no Brasil – está rastreando a produção de uma série de produtos em seus mercados em Portugal usando a tecnologia blockchain.

Segundo matéria do portal lusitano HiperSuper, a Auchan introduziu uma blockchain para que os consumidores dos hipermercados possam rastrear a produção dos produtos vendidos. Entre os produtos, estão alimentos como alface, melão e melancia da marca nativa do mercado, Vida Auchan.

Rastreando a cadeia de produção, os clientes do Auchan podem garantir o controle de qualidade dos alimentos e evitar as fraudes alimentares, que têm ganhado manchete no país ibérico.

A iniciativa busca dar maior segurança alimentar aos clientes, que usam um QR Code para acessar toda a cadeia de produção. João Barbosa, diretor de qualidade da Auchan Retail Portugal, diz no texto:

“O consumidor de hoje é, sem dúvida, mais exigente e quer saber a origem dos produtos que está a comprar. Conscientes desta realidade, colocámos recentemente em todas as nossas lojas os primeiros produtos alimentares em Portugal com recurso à tecnologia blockchain”

Além dos produtos já rastreados, já existe previsão para a ampliação dos alimentos controlados via blockchain, com implementação em toda a linha de produtos até 2022.

Além do Auchan, a rede de hipermercados Lidl, que também vende por atacado, também investiu em blockchain para certificar a venda de produtos. Pedro Franco, diretor de qualidade do Lidl Portugal, também diz:

“O Lidl procura responder às necessidades alimentares cada vez mais exigentes dos seus clientes, indo ao encontro das suas preocupações e restrições alimentares”

Além da blockchain, o Lidl também está implementando indicação geográfica protegida aos produtos alimentares, dando ênfase à produção de alimentos em Portugal:

“Uma política de compras que privilegia sempre que possível os produtos da época, um rigoroso controlo de qualidade, que vai além do que é exigido por lei e aposta nas certificações, com 100% dos fornecedores certificados em Global G.A.P, e o apoio de um gestor de frescos em cada loja. [A referência geográfica também busca certificar] uma elevada qualidade e certificado de origem, como é o caso das nossas laranjas do Algarve e da Maçã de Alcobaça”

LEIA MAIS

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 13,551.11
  • ethereumEthereum (ETH) $ 383.64
  • tetherTether (USDT) $ 0.999964
  • rippleXRP (XRP) $ 0.238522
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 260.90
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 11.04
  • binancecoinBinance Coin (BNB) $ 28.36
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 4.14
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 54.08
  • bitcoin-cash-svBitcoin SV (BSV) $ 162.31