O Fold – um aplicativo móvel compatível com a Lightning que oferece aos usuários recompensas em Bitcoin (BTC) durante as compras – se juntou ao programa Fintech Fast Track da Visa.

A adesão ao programa permitirá que o aplicativo lance um novo cartão da marca Visa, e continua a oferta de recompensas Bitcoin por compras feitas em varejistas.

Em entrevista ao Cointelegraph, o CEO da Fold, Will Reeves, disse que a Visa forneceria à empresa suporte financeiro e uma equipe dedicada para trazer o novo cartão de recompensa em Bitcoin ao mercado. 

Ganhe, não gaste, seu Bitcoin

Conforme relatado, o aplicativo Fold oferece aos usuários a capacidade de gastar Bitcoin em grandes varejistas como Amazon, Uber e Starbucks, exigindo que eles sincronizem suas contas com um cartão de crédito ou carteira Lightning existente.

A nova oferta com a Visa permitirá que os usuários da empresa usem um serviço integrado. No momento em que vários grandes players do setor estão explorando as possibilidades de vários cartões de débito cripto, Reeves distinguiu o Fold da seguinte maneira:

“Outros cartões anunciados pelas principais exchanges […] exigem que você gaste sua criptomoeda desencadeando eventos tributáveis. Nosso cartão permite que você gaste dólares e ganhe Bitcoin.”

Reeves esclareceu que ganhar recompensas em Bitcoin não desencadeia um evento tributável “porque o Bitcoin não está sendo vendido”. O cartão funcionará em mais de 10 milhões de comerciantes em todo o mundo.

Ponte entre o antigo e o novo

Com a principal exchange de criptomoedas dos Estados Unidos, Coinbase, anunciando recentemente sua associação à Visa, o campo de cartões de débito cripto continua a crescer, prometendo aos usuários uma interface “legada” mais flexível e familiar para obter e acessar criptomoedas.

Em fevereiro, o projeto de popularização de blockchain e token para os fãs de esportes, Socios, anunciou o lançamento de um cartão de débito pré-pago fiat-cripto, que também fornece funcionalidade de ID global baseada em blockchain.

Enquanto isso, a Amazon tem demorado a integrar diretamente criptomoedas, deixando o campo aberto a projetos de terceiros que oferecem recompensas cripto, débito pré-pago ou cartões-presente para preencher a lacuna entre o comércio eletrônico estabelecido e o Bitcoin.

Leia mais:

Deixe uma resposta