Pandemia está mudando o uso do Bitcoin de ‘maneiras inesperadas’, diz Chainalysis

A principal empresa de inteligência de blockchain, Chainalysis, descobriu que a pandemia de COVID-19 e a contração econômica global estão afetando os hábitos dos consumidores de Bitcoin (BTC) de maneiras surpreendentes.

Em um novo relatório publicado em 30 de março, a Chainalysis detalha como as tendências de gastos do Bitcoin em três áreas – serviços de comércio, mercados de jogos e mercados darknet – mudaram ou até reverteram. 

A correlação de enfraquecimento pode ser um benefício para os serviços comerciais de Bitcoin

A Chainalysis relatou que uma dessas mudanças na tendência mostra resiliência entre os serviços comerciais de Bitcoin na atual crise econômica.

Por exemplo, os dados da empresa sobre gastos com Bitcoin usando serviços comerciais de julho de 2019 a 9 de março de 2020 revelam que houve uma forte correlação positiva entre preço e gasto: quanto mais vale o Bitcoin, maior a probabilidade de os portadores gastarem.

Desde o surto de COVID-19, essa correlação positiva enfraqueceu-se pela metade e o valor total das despesas diminuiu.

Embora isso indique que os detentores de Bitcoin estão de fato gastando menos durante o recente declínio de valor do Bitcoin, essa redução é menos dramática do que se poderia esperar. Isso ocorre porque, desde o surto, a força da correlação entre preço e comportamento também se enfraqueceu.

Portanto, embora o declínio no preço do Bitcoin continue a levar a gastos reduzidos – ele não o faz de maneira tão significativa quanto teria feito em tempos pré-pandêmicos. Uma correlação enfraquecida significa que o preço não está ditando o comportamento do consumidor tão fortemente quanto antes.

Bitcoin usage, 7 July 2019— 27 March 2020

Uso de Bitcoin, 7 de julho de 2019 a 27 de março de 2020. Fonte: Chainalysis blog

Os mercados da Darknet são atingidos

O mais notável de tudo é a mudança no comportamento do usuário nos mercados da darknet, que geralmente tem apenas uma fraca correlação negativa com o preço do Bitcoin. Desde o surto, no entanto, essa correlação foi revertida e fortalecida – levando a uma redução significativa na receita do mercado darknet.

A Chainalysis aponta para possíveis fatores externos para explicar essa tendência, observando que substâncias ilícitas, como drogas recreativas, podem ser mais difíceis de encontrar devido ao impacto das cadeias de fornecimento interrompidas em todo o mundo: 

Relatórios recentes apontam que os cartéis de drogas mexicanos estão tendo mais dificuldade em obter fentanil, já que a província chinesa de Hubei – um centro do comércio global de fentanil – foi duramente atingida como epicentro do surto. Tais interrupções […] podem estar prejudicando a capacidade dos fornecedores do mercado darknet de fazer negócios.”

Com o jogo, sua correlação marginalmente positiva com o preço do Bitcoin foi corrigida para zero desde o início de março de 2020 (ou seja, sem relacionamento), sinalizando que parece não haver impacto discernível da pandemia no comportamento dos jogadores.

A Chainalysis fecha seu relatório observando que, com o retorno gradual da China da crise doméstica do COVID-19, a atividade da darknet agora parece estar vendo uma recuperação gradual.

Em janeiro de 2020, um relatório da Chainalysis revelou que o volume de fluxos de criptomoedas nos mercados da darknet dobrou em 2019 pela primeira vez em quatro anos.

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 16,944.07
  • ethereumEthereum (ETH) $ 510.27
  • rippleXRP (XRP) $ 0.550857
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 12.42
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 263.75
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 69.26
  • stellarStellar (XLM) $ 0.202962
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.143916
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 4.70