‘O halving do Bitcoin reduzirá recompensa em 30% e não 50%’, diz analista

O analista de criptomoedas Willy Woo afirmou no Twitter que o halving do Bitcoin não irá causar uma redução de 50% na receita dos mineradores, e sim 30%.

Em meio à crise econômica causada pelo corona vírus, o Bitcoin passará pelo seu terceiro halving em maio deste ano. 

O evento acontece a cada quatro anos e reduz a recompensa dos mineradores pela metade. Este ano a recompensa por bloco minerado cairá de 12,5 BTC para somente 6.25 BTC a cada dez minutos.

Muitos acreditam que o halving do Bitcoin irá reduzir a lucratividade dos mineradores pela metade, mas de acordo com o analista Willy Woo o evento causará uma redução de apenas 30% na receita de quem minera Bitcoin. Ele afirmou:

“O custo de mineração por BTC, por meio de sua interação com a pressão de venda, historicamente resultou no preço mínimo do BTC. O preço pós-corte pelo halving é de cerca de US$ 7-8 mil (os analistas mais próximos do minerador OPEX e CAPEX podem ter uma imagem melhor). Considere também os efeitos dos preços acima deste piso. Estamos superestimando o impacto da redução pela metade neste ciclo.”

Ele ainda explica:

“Em 2020, ao contrário de 2016, agora temos 1200 BTC por dia em um mercado de taxas, de exchanges que vendem seus ganhos com BTC por dinheiro. Isso se compara a 1800 BTC por dia a partir do subsídio de mineração. Vai para 900 BTC por dia após o halving. Portanto, a imagem real da demanda e da oferta não é a metade da pressão de venda. Está mais perto de 3000 BTC / dia, passando para 2100 BTC / dia, uma redução de 30% (não 50%). PS. Esta não é minha análise, é de outras pessoas do setor que não querem ser nomeadas.”

Woo acredita que o halving deste ano é bem diferente do halving que aconteceu em 2016. Para ele, o aumento do número de participantes da rede fez com que a receita dos mineradores aumentasse em decorrência do aumento das taxas de transferência da rede Bitcoin.

Como os mineradores estão ganhando mais com as taxas de transferência, uma porcentagem menor da sua receita vem da recompensa de novos Bitcoin.

Isso faz com que a redução pela metade na recompensa de novos blocos minerados reflita em um decréscimo de apenas 30% na receita dos mineradores.

A narrativa mais comum em torno do halving é o aumento de preço durante o evento. Segundo esse raciocínio, o preço do Bitcoin deve subir devido ao choque que é causado na oferta do ativo digital – com a recompensa de novos BTCs cortada pela metade, a oferta cai enquanto a demanda permanecesse a mesma. Isso cria um choque negativo na oferta, fazendo com que o preço suba com o halving.

Além disso, o Bitcoin possui um valor médio de custo para ser minerado e, de acordo com analistas, o preço do ativo digital raramente fica abaixo deste valor.

De acordo com Woo, o halving deste ano fará com que o custo médio gasto para minerar 1 BTC suba para US$ 8.000. 

LEIA MAIS: Comprando a baixa: Queda do Bitcoin antes do halving pode ser oportunidade de compra 
LEIA MAIS: Exclusivo: Distribuidora oficial da Bitmain na América Latina afirma que hashrate do BTC cairá 40% após o halving 

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 18,855.66
  • ethereumEthereum (ETH) $ 591.76
  • rippleXRP (XRP) $ 0.650469
  • tetherTether (USDT) $ 0.998431
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 340.11
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 15.28
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 87.46
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 5.56
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.162071
  • binancecoinBinance Coin (BNB) $ 33.07