Nova campanha global exige que cartão de crédito não seja mais aceito em sites pornográficos

De acordo com um relatório da BBC em 8 de maio, um grupo de ativistas internacionais e outros grupos escreveram para dez grandes empresas de cartão de crédito pedindo a suspensão imediata dos pagamentos a sites pornográficos.

Se for bem-sucedida, essa campanha poderá resultar em uma nova onda de pessoas migrando para o Bitcoin e outras criptomoedas na busca por métodos de pagamento alternativos.

Todo pornô é ruim? Não de acordo com o PornHub

A carta, cujos signatários representam ativistas de todos os continentes, exceto a Antártica, alega que sites pornográficos “erotizam violência sexual, incesto e racismo” e que é impossível “julgar ou verificar o consentimento em qualquer vídeo em seu site, muito menos em vídeos ao vivo na webcam.””

Isso “inerentemente torna os sites de pornografia um alvo para traficantes de sexo, abusadores de crianças e outros que compartilham vídeos não consensuais predatórios”, afirma.

Houve uma rápida resposta do principal site pornô, PornHub, que afirma ter:

Um firme compromisso de erradicar e combater todo e qualquer conteúdo ilegal, incluindo material não consensual e de menores de idade. Qualquer sugestão em contrário é categoricamente e factualmente imprecisa.

Ele também alegou que as organizações por trás da carta, incluindo grupos conservadores e liderados pela fé, “tentam policiar a orientação e a atividade sexual das pessoas – [e] não são apenas factualmente erradas, mas também intencionalmente enganosas”.

Criptomoeda preencherá esse buraco

A Mastercard afirmou que está investigando as alegações na carta e encerraria a conexão de qualquer site pornô se a atividade ilegal do titular do cartão fosse confirmada.

A American Express tem uma política global em vigor desde 2000 que proíbe transações para pornografia online. No entanto, ele está executando um programa piloto com uma empresa que permitia pagamentos a determinados sites pornográficos e também era alvo da carta.

Como o Cointelegraph relatou, em novembro o PayPal bloqueou pagamentos para mais de 100.000 modelos do PornHub, deixando-os livres para encontrar meios alternativos para receber fundos.

Em resposta, o Verge (XVG), a 79ª criptomoeda por capitalização de mercado, e que era aceito no site desde 2018, aumentou 33%. Os usuários de pornografia encontrarão uma maneira, ao que parece, com ou sem o suporte do provedor de pagamento convencional.

O PornHub também adicionou o Tether (USDT) como uma opção de pagamento em janeiro, e a parceria do site com o processador de pagamento por criptomoeda PumaPay finalmente foi lançada no mês passado, 18 meses após o anúncio.

Leia mais:

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 17,115.66
  • ethereumEthereum (ETH) $ 522.75
  • rippleXRP (XRP) $ 0.548227
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 270.93
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 12.62
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 71.56
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 4.96
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.138994
  • binancecoinBinance Coin (BNB) $ 28.50