Movimento das Baleias de Bitcoin sugere alta no curto prazo e queda após o halving, indica pesquisa

Uma pesquisa divulgada pela plataforma de análise sobre o mercado de criptomoedas, Santiment , revelou que está ocorrendo uma mudança no movimento das baleias de Bitcoin, indicando que pode ocorrer um aumento de preço no Bitcoin no curto prazo, contudo, uma correção forte após o halving.

De acordo com um novo relatório, os detentores de 1.000 a 10.000 BTC começaram a acumular ainda mais Bitcoin nesta semana, com 04 dias faltando para o halving, o que, segundo a Santiment, pode sinalizar um aumento de preço no curto prazo, porém antecipando uma liquidação após o halving.

Para reforçar seu argumento a Santiment revelou que um número significativo de endereços que permaneceram adormecidos agora estão movendo seu Bitcoin, novamente acendendo uma alerta sobre uma baixa após o halving.

O sentimento geral em torno do halving também pode estar mudando, de acordo com o chefe de conteúdo de Santiment, Dino Ibisbegovic.

“Nossos dados de mídia social sugerem uma perspectiva cada vez mais baixa sobre a ação dos preços antes e após o halving. O sentimento relacionado ao Bitcoin foi altíssimo na maioria dos canais de mídia social na semana passada, quando o BTC passou de US$ 9.000. Desde então, porém, vimos o clima esfriando. Isso é mais visível no Telegram, que registrou uma alta de 3 meses no sentimento otimista do BTC durante a semana passada, mas perdendo força esta semana, justamente quando o halving se aproxima”, disse.

Vários analistas têm apontado que o sentimento atual é similar ao de 2017, quando o Bitcoin seria listado na CME e CBOE como um ativo no mercado futuro. As notícias sobre a ‘adoção’ do Bitcoin e sua entrada na maior bolsa de valores do mundo, fizeram o preço disparar para uma alta histórica perto de US$ 20 mil.

Contudo, após o imenso rali, o preço do Bitcoin começou a cair levando o mercado de criptomoedas ao Bear Market de 2018.

Nesta linha, o analista de criptomoedas Dave The Wave, destacou que há uma resistência perto de US$ 14 mil que tem afetado o mercado desde 2018 e que ela pode levar o Bitcoin abaixo de US$ 6 mil após o halving.

Enquanto isso, no momento da escrita, o Bitcoin registra leve alta de 0,28%, sendo cotado a US$ 9286,98. Já no Brasil, impulsionado pela alta do dólar, a principal criptomoeda do mercado, está cotada a R$ 53.700.

LEIA MAIS

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 55,383.00
  • ethereumEthereum (ETH) $ 2,195.89
  • binance-coinBinance Coin (BNB) $ 532.66
  • xrpXRP (XRP) $ 1.34
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • dogecoinDogecoin (DOGE) $ 0.353631
  • cardanoCardano (ADA) $ 1.20
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 34.07
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 943.40
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 255.87