A gigante brasileira do varejo Magazine Luiza está pronta para entrar no setor de pagamentos com autorização do Banco Central e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) para atuar como instituição financeira.

A Magalu Pagamentos, braço financeiro do Magazine Luiza, anunciou no começo desta semana a aquisição do banco digital Hub Fintech, uma das maiores plataformas de banking-as-a-service no Brasil e líder no processamento de cartões pré-pagos.

O Hub Fintech também oferece outros serviços como benefícios de alimentação e soluções para despesas corporativas.

A Magalu Pagamentos já possui autorização do CADE e do Banco Central para atuar como instituição de pagamentos regulada, integrada ao Pix, o sistema de transações rápidas lançado pelo BC em novembro de 2020.

Esta não é a primeira aquisição do Magalu no mercado de pagamentos. A empresa adquiriu recentemente a processadora de cartões de crédito Bit55, integrando agora a Hub Fintech a seu portifólio de soluções financeiras.

Fora do mundo financeiro, o Magazine Luiza também tem explorado outros mercados e feito aquisições pontuais. A empresa também adquiriu a empresa de delivery Plus Delivery, entrando para o disputado mercado de entregas.

A gigante de varejo também planeja a expansão da rede Magalu, com 50 novas lojas físicas no Rio de Janeiro até o fim de 2021.

No começo do ano, uma pesquisa colocou a Magalu Pay entre as empresas de pagamentos com maior índice de aprovação entre os consumidores, ao lado de soluções do Nubank e do Banco Inter.

A gigante de varejo foi tema de uma ação da Mercado Bitcoin para tokenizar consórcios do Magazine Luiza em 2020, mas na época a empresa anunciou que não tinha relações comerciais com a iniciativa.

LEIA MAIS

Desde 2019, não aparece uma janela de compra tão clara. Negocie mais de 400 pares de criptomoedas com 0% de taxa até 8 de Julho na OKEx.

Compre o mergulho agora na OKEx!

Artigo

Leave a Reply