‘Investir na Midas Trend foi a pior coisa que fiz na minha vida’, revela cliente que perdeu tudo na empresa

Desolado e passando por dificuldades financeiras o investidor da Midas Trend, Bruno Brito, revelou que a pior coisa que fez na vida foi aplicar seus rendimentos na empresa, segundo reportagem publicada em 11 de maio pelo portal Livecoins.

“Foi a maior besteira que fiz na vida”, disse Brito.

Mas, de acordo com a reportagem, Brito foi atraído pelas promessas de rentabilidade garantida da empresa que afirmava pagar até 4% ao dia para seus investidores.

O dinheiro, segundo a Midas Trend, era proveniente de operações de trade e arbitragem realizadas pela empresa por meio de um bot que operava no mercado de Bitcoin.

A reportagem, Brito revelou que mora com a esposa e uma filha no conjunto de favelas da Pedreira (RJ) e que vendeu um caminhão que usava para entregar biscoitos no Rio de Janeiro, por questões de segurança.

No entanto, após a venda do caminhão, um Kia Bongo de 2016, usou R$ 42 mil para aplicar na Midas Trend, contudo, hoje não consegue mais acessar seu investimento e vive com auxílio do governo.

“Esse veículo era o único sustento de vida que eu e minha família tínhamos. Agora estamos vivendo com o auxílio emergencial do governo”, afirmou.

Influencers

De acordo com a reportagem, além das promessas de rendimento garantido, Brito teria sido seduzido por youtubers e influencers que garantiram que as operação da Midas eram sérias.

“Falei com o dono do canal e ele garantiu que o negócio era sério. Como não tenho conhecimento algum no mercado financeiro, pois sou simples, acreditei que era algo honesto”, revelou.

Porém, além de usar o dinheiro arrecadado com a venda do caminhão, Brito revelou que acreditando nas promessas da empresa contratou o financiamento de um veículo, no valor de R$ 65 mil. As parcelas seriam pagas com o suposto retorno financeiro do investimento na Midas.

Portanto, segundo ele, o resultado do investimento foi: Sem dinheiro e com dívidas,  Brito agora amarga o nome sujo e as cobranças do banco.

“Agora não consigo arcar com a mensalidade do automóvel, que é R$ 1.600, e estou devendo R$ 2 mil de IPVA. Além disso, to com o nome sujo e o banco me liga todo dia”, afrimou.

Finalmente, revoltado Brito destacou que virou piada onde reside devido a seu envolvimento com a pirâmide.

“To aqui revoltado e indignado com esse Devanir dos Santos (presidente da Midas Trend). Ele nos conquistou, nos iludiu e depois nos passou a perna. Hoje sou motivo de chacota na rua onde moro, pois todo mundo dizia que eu estava envolvido com uma pirâmide, mas eu não acreditava. A Midas fez uma lavagem cerebral”, disse Brito.

Piramide financeira

Acusada de ser uma pirâmide financeira a Midas Trend não paga seus clientes desde 2019 e vem sendo investigada pelo Ministério Público, Polícia Civil.

Além disso, sem autorização da Comissão de Valores Mobiliários, (CVM), as atividades da empresa são e foram ilegais no país.

LEIA MAIS

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 16,966.39
  • ethereumEthereum (ETH) $ 510.66
  • rippleXRP (XRP) $ 0.550778
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 12.45
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 263.71
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 69.22
  • stellarStellar (XLM) $ 0.205152
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.142139
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 4.72