Os investidores da ICO da EOS entraram com uma ação coletiva contra a Block.one, a empresa por trás do criptoativo nativo da blockchain EOS.  

Em uma reclamação de ação coletiva apresentada na segunda-feira, pela Crypto Assets Opportunity Fund LLC e Johnny Hong, afirmam que a Block.one deu aos investidores informações falsas e enganosas sobre a EOS, em um esforço para arrecadar dinheiro no que eles alegam ser uma venda de títulos não registrada. A acusação diz:

“Para direcionar a demanda e aumentar o lucro das vendas da EOS Securities, os Réus violaram ainda mais as leis sobre valores mobiliários, fazendo declarações materialmente falsas e enganosas sobre a EOS, que inflaram artificialmente os preços da EOS Securities e lesaram os investidores desavisados”.

Esta última ação legal ocorre depois que a Block.one pagou à SEC dos EUA uma multa de US$ 24 milhões em setembro de 2019.

O lançamento da oferta inicial de moeda (ICO) para o token EOS – que originalmente era token ERC-20 e poderia ser trocado por tokens na rede EOS nativa – foi considerado uma das ICO mais bem-sucedidas da história, tendo levantado US$ 4 bilhões.

Não é a única polêmica envolvendo os investidores do EOS. Em recente estudo, ficou evidente que as transações em EOS não geram valor algum para os detentores do token.

O estudo encabeçado pela Universidade de Cornell, determinou que cerca de 50% das transações no blockchain EOS antes de novembro de 2019 eram pequenas apostas feitas por meio de aplicações de jogos de azar. 

Imagem: dApp Review

LEIA MAIS

Artigo

Deixe uma resposta