O novo indicado para a diretoria da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) do Brasil, Otto Eduardo Albuquerque Lobo, defendeu “atenção especial” aos criptoativos em sabatina ocorrida no Senado Federal na última segunda-feira.

Albuquerque Lobo foi indicado pelo governo para ocupar uma cadeira na CVM e foi sabatinado e aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

Durante a audiência, ele mostrou preocupação com a regulação de criptomoedas no Brasil, conforme reportagem do Poder360:

“Um ponto que merece especial atenção diz respeito aos criptoativos, que não possuem regulação no país. De todo modo, este ano a CVM autorizou a negociação de ETFs, fundos de índice, de criptoativos no Brasil”

Por outro lado, ele não se aprofundou no tema nem disse qual seria sua abordagem com relação a este mercado como diretor da CVM.

Albuquerque Lobo ainda apontou quatro temas relevantes para a agenta da CVM: nova regulação das ofertas públicas, nova regulação para fundos de investimentos, ESG (dados ambientais, sociais e de governança corporativa) e demandas societárias.

Outro aprovado no CAE do Senado para a diretoria da CVM foi Fernando Caio Galdi, que defendeu que “o uso da tecnologia, a inovação na legislação, a inovação na regulação da CVM” podem ajudar pequenas empresas e startups a acessarem o mercado de capitais. Ambos os aprovados agora precisam passar pelo plenário do Senado para serem confirmados na diretoria da autarquia.

LEIA MAIS

Desde 2019, não aparece uma janela de compra tão clara. Negocie mais de 400 pares de criptomoedas com 0% de taxa até 8 de Julho na OKEx.

Compre o mergulho agora na OKEx!

Artigo

Leave a Reply