Governo corta orçamento do Banco Central e PIX pode parar por falta de verba

Em busca de evitar uma situação constrangedora no Congresso Nacional e com a sociedade brasileira, o Governo Federal busca cortar o orçamento de diversos setores para não estourar o teto de gastos.

Contudo, segundo a economista Miriam Leitão, um dos setores cortados pelo Governo foi a parte de tecnologia do Banco Central do Brasil, colocando desta forma em risco o funcionamento do PIX.

O sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central é operado e mantido pelo BC, ao contrário das transações de TED e DOC, Contudo, segundo a economista, sem orçamento o BC não teria dinheiro para bancar a operação do sistema.

“O orçamento corta todo o dinheiro da área de tecnologia do Banco Central. Está zerado. Se não for reconstituída esta despesa, não há como rodar o Pix. Este novo sistema de pagamento que impulsionou as transações em tempo real no Brasil vai ter que parar”, disse a economista.

Miriam argumenta, entretanto, que o Governo busca realizar manobras para evitar problemas com os gastos públicos, entre elas, a possível edição de uma PEC que tiraria certas despesas do teto de gastos do governo.

Até o momento da publicação, o Banco Central não se pronunciou sobre o assunto.

Possibilidade é remota

Especialistas do setor bancário ouvidos pelo Cointelegraph acreditam que a possibilidade de uma paralisação do PIX por falta de pagamento é remota.

Eles argumentam que o PIX é o grande projeto do BC e faz parte da agenda de inovação da instituição o que justificaria um remanejamento de recursos. 

Além disso, o PIX não é 100% gratuito para os bancos que já pagam uma taxa de R$ 0,01 para cada 10 transações. Taxa cobrada para cobrir os custos operacionais do sistema.

“O PIX já responde por mais de 60% de todas as transações feitas pelos brasileiros e o BC já estudo emitir um CBDC para o país em busca de digializar o dinheiro para reduzir o custo deste ecossistema da moeda. Portanto, uma possível paralisação no PIX  por falta de verba está completamente descartada. Isso não passa de especulação e de quem não conhece de orçamento público e muito menos do PIX que já tem grande parte de seu custo subsidiado pelos iniciadores de pagamento”, disse ao Cointelegraph uma fonte do BC que pediu para não ser revelado.

LEIA MAIS

BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 46,196.00
  • ethereumEthereum (ETH) $ 3,547.45
  • binance-coinBinance Coin (BNB) $ 561.28
  • cardanoCardano (ADA) $ 2.18
  • dogecoinDogecoin (DOGE) $ 0.513209
  • xrpXRP (XRP) $ 1.44
  • tetherTether (USDT) $ 0.999498
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 40.90
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 1,160.75
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 298.82