Em 3 de agosto, o Google voltou a exibir anúncios de criptomoedas, depois que a atualização de sua política para produtos e serviços financeiros entrou em vigor.

A gigante multinacional de tecnologia proibiu anúncios relacionados à criptomoedas e ofertas iniciais de moedas (ICOs) em junho de 2018. A atualização da política permite que entidades do mercado de ativos digitais regulamentadas voltem a comercializar seus serviços no ecossistema do Google. Os ICOs foram deixados de fora, no entanto.

A revisão da política de anúncios de criptoativos do Google foi delineada pela primeira vez em junho. Ela estipula que os “anunciantes que oferecem serviços de câmbio e de carteiras de criptomoedas” voltados para consumidores dos Estados Unidos têm permissão para anunciar seus serviços e produtos desde que atendam a requisitos específicos.

A mudança proporcionará receitas adicionais para a empresa controladora do Google, a Alphabet, embora os anúncios de criptomoedas provavelmente sejam apenas uma gota no oceano dos US$ 147 bilhões obtidos com as receitas de publicidade da empresa.

Os rígidos requisitos do Google são delineados para eliminar propagandas duvidosas e minimizar golpes que possam prejudicar os investidores. Os anunciantes devem ser registrados na Rede de Combate a Crimes Financeiros dos Estados Unidos(FinCEN) como uma “empresa de serviços monetários e estarem vinculados a alguma instituição financeira ou entidade bancária federal ou estadual em pelo menos um estado.”

A empresa não permitirá anúncios de ICOs, protocolos de negociação de finanças descentralizadas ou a promoção de compra, venda e negociação de criptomoedas. A participação de celebridades são proibidas, o que pode minimizar problemas que envolvem propagandas falsas que se valem de figuras públicas para ganhar credibilidade.

A política atualizada do Google também impede que os anúncios sejam direcionados para sites que oferecem “conselhos sobre investimentos em criptomoedas, indicações de compra e venda de ativos, e agregadores ou sites afiliados com conteúdo relacionado à análise de investimento”.

No mês passado, o TikTok anunciou que o conteúdo promocional de criptomoedas seria banido como parte de um movimento inicial para excluir anúncios de todo tipo de serviços e produtos financeiros da plataforma.

Os redditors no subreddit r / Bitcoin viram a notícia como um sinal de “alta” para o Bitcoin (BTC), embora o usuário u / Brief-Music-5825 tenha defendido que o Google deveria “banir também notícias falsas sobre criptomoedas. A quantidade de notícias falsas promovendo FUD é inacreditável”, disse ele.

LEIA MAIS

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!

Artigo