Fraudes através de e-mails movimentaram US$ 1,7 bilhão em 2019

As fraudes usando e-mails como vetor tiveram crescimento de 172% em 2019 e movimentaram mais de US$ 1,7 bilhão no ano, segundo dados da Palo Alto Networks. A matéria é do Canal Tech.

Segundo o texto, foram mais de um milhão de tentativas de fraude por e-mail no período, com foco em profissionais, jurídicos e alta tecnologia.

Um relatório do FBI de setembro de 2019 apontou perdas bilionárias no ano e revelou que as perdas entre 2016 e 2018 no mundo usando este tipo de fraude chegou a US$ 25 bilhões.

Algun malwares se destacam, como o WannaCry, que levou a prejuízo de US$ 4 bilhões, e o NotPetya, que levou US$ 10 bilhões das vítimas.

Os golpes com foco em e-mails corporativos atingiram 177 países, com a Nigéria figurando como principal fonte das invasões. O Brasil, porém, teria sido vítima de apenas 2,2 mil tentativas de fraude por e-mail em 2019.

A tática mais comum é a de ataques de phishing, direcionados para e-mails corporativos, passando-se por diretores, especialistas, consultores e especialistas de TI, na tentativa de roubar dados e credenciais e acessar as redes internas.

Depois de conseguirem o acesso, é comum a extração de dados das empresas e clientes para serem usados em outros golpes. Em caso de informações confidenciais ou bloqueio de sistemas, é também comum o pedido de resgate em Bitcoin.

LEIA MAIS: Pesquisa aponta que 87% dos profissionais de TI estão preocupados com criptojacking
LEIA MAIS: Aplicativo sobre coronavírus ‘infecta’ celular com malware e pede resgate em Bitcoin, diz Polícia Civil

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 55,034.00
  • ethereumEthereum (ETH) $ 2,158.21
  • binance-coinBinance Coin (BNB) $ 523.82
  • xrpXRP (XRP) $ 1.31
  • tetherTether (USDT) $ 0.991143
  • dogecoinDogecoin (DOGE) $ 0.361651
  • cardanoCardano (ADA) $ 1.18
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 33.85
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 907.56
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 249.31