Fim do TED e DOC: Banco Central promove evento online e gratuito para tirar dúvidas sobre o PIX

O Banco Central do Brasil promoverá nos dias 08 e 09 de julho um evento virtual sobre o PIX, sistema de pagamento instantâneo que pode “acabar” com as operações de TED e DOC.

Assim, segundo divulgou o BC, o evento será totalmente gratuito.

Chamado de “Conexão PIX” o evento virtual permitirá tirar dúvidas sobre o funcionamento do sistema e suas integrações

“Discutir temas importantes referentes ao Pix, promover a interação entre os stakeholders e o BC e conectar os diferentes atores envolvidos na implementação do Pix”, disse o BC.

Participantes

Para falar sobre o sistema e todas as suas potencialidades o BC trará funcionários do Banco Central e também diretores de bancos e empresas.

Assim, entre os participantes há diretores do Banco Itaú, Caixa Econômica Federal, Pernambucanas, PicPay, Stone, Boticário, Banco Safra​​, Nubank, entre outros.

Para se inscrever os interessados deve clicar no link.

Agenda Conexão Pix

Confira a agenda completa do evento.

Quarta-feira, 8 de julho de 2020

10h

Abertura do evento

11h

Painel – O Pix como um universo de possibilidades

Carlos Eduardo Peyser – Banco Itaú​
Rodrigo D. Souza – Caixa Econômica Federal
Marcello Miranda – Pernambucanas
Gueitiro Matsuo Genso – PicPay

Moderação: Carlos Eduardo Brandt

16h

Pergunte ao Banco Central: Oportunidade para as instituições em processo de adesão ao Pix discutirem assuntos de negócios e de tecnologia

Moderação: Breno Lobo/Janaína Attie/Alexandre Vallerão

17h

Pitch de Soluções

Moderação: Mayara Yano

Quinta-feira, 9 de julho de 2020

10h

Painel – Integração do Varejo e do E-commerce no Pix

Alexandre Vallerão – Banco Central​
Edgard de Castro – Afrac
Vinícus Carrasco – Stone
Marcelo Azevedo – Boticário

Moderação: Ricardo Mourão

11h

Pitch de Soluções

Moderação: Natacha Rocha

16h

Pergunte ao Banco Central: Oportunidade para as instituições em processo de adesão ao Pix discutirem assuntos de negócios e de tecnologia

Moderação: Breno Lobo/Janaína Attie/Alexandre Vallerão

17h

Painel – Preparação para a estreia do Pix

Ricardo Puig – Banco Safra​​
Carlos Netto – Matera
Orli Machado – C&M
Mariana Cunha Melo – Nubank

Moderação: Breno Lobo

PIX

O PIX é o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central do Brasil.

Diferente das operações de TED e DOC no PIX as transferências poderão ser realizadas 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Além disso, as transferências entre pessoas físicas serão de graça no PIX, ao contrário de TED e DOC que chegam a custar até R$ 16.

Sobre o PIX o Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, destaca que o mundo demanda um novo instrumento de pagamento.

“(…) que seja ao mesmo tempo barato, rápido, transparente e seguro. Se nós pensarmos o que tem acontecido em termos de criação de moeda digital, criptomoedas, ativos criptografados, eles vêm da necessidade de ter esse instrumento, com essas características, barato, rápido, transparente e seguro” destacou Campos Neto.

Ainda segundo Campos Neto o PIX pode desestimular o uso do dinheiro no Brasil.

“É importante mencionar que o PIX também vai ter um ângulo de baratear o custo operacional, transacional, de transferir dinheiro, ele vai ter uma ajuda muito grande também na forma de desintermediar essa necessidade de as pessoas terem dinheiro físico, e isso ajuda porque um grande custo para a sociedade é ter que carregar dinheiro de forma física, empresas que têm que fazer transporte de numerário”, disse.

PIX e Bitcoin

Segundo o BC as empresas de Bitcoin do Brasil também terão acesso ao PIX.

Desta forma o Bitcoin poderá ser conectado diretamente ao Sistema Financeiro Nacional.

As possibilidades são muitas, segundo as empresas e vão desde a mais simples possibilidade de arbitragem em exchanges até o uso, irrestrito, de Bitcoins como forma de pagamento no país.

“Eu acho que a palavra mais certa para isso é fascinante. O PIX vai dar mais liberdade para as exchanges de criptomoedas que atuam no Brasil e vai dar mais liberdade para os usuários. Todo o ecossistema de Bitcoin é o grande ganhador desta iniciativa”, disse o empresário e CEO da Stratum, Rocelo Lopes.

Segundo Rocelo, o céu é o limite e usando uma frase comum aos usuários de criptomoedas, disse que o PIX é o “to the moon” para o Bitcoin no Brasil.

“Por meio do PIX, por exemplo, será possível transferir dinheiro de uma exchange para a outra em tempo real com um QR Code. Se ele observa uma oportunidade de arbitragem e de compra ele não precisa solicitar o saque, esperar confirmar, cair na conta dele, depois mandar para a outra empresa, esperar cair e então comprar.

LEIA MAIS

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 11,859.51
  • ethereumEthereum (ETH) $ 394.62
  • rippleXRP (XRP) $ 0.297466
  • tetherTether (USDT) $ 0.999033
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 301.03
  • chainlinkChainLink (LINK) $ 13.17
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.143430
  • bitcoin-cash-svBitcoin SV (BSV) $ 224.13
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 58.35
  • binancecoinBinance Coin (BNB) $ 22.62