Médico avança ainda que existirá um novo pico de Covid-19 na próxima primavera.

Um especialista chinês em doenças infecciosas revelou, segundo o South China Morning Post, que a Europa deve esquecer a ideia de que a pandemia do coronavírus vai terminar em breve e deve preparar-se para uma batalha que pode durar até dois anos.

Zhang Wenhong, chefe da equipa de especialistas clínicos da Covid-19 em Xangai, alertou para esta nova forma de enfrentar o coronavírus quando países como Itália, Espanha ou Alemanha registaram um aumento exponencial no número de infeções e mortos.

Segundo Zhang, “seria perfeitamente normal se o vírus viesse e desaparecesse durante um ou dois anos”.

“Esqueçam a ideia de que a pandemia chegará ao fim na Europa num futuro próximo”, disse numa conferência para estudantes chineses.

O médico especialista tinha previsto que a epidemia de coronavírus na China chegaria ao seu auge entre abril e junho, antes de voltar no verão, retomar esporadicamente no outono e inverno e a atingir o pico novamente, embora em menor escala, na próxima primavera.

Artigo

Deixe uma resposta