Empresários de Bitcoin no Brasil estão otimistas, ‘Preço do BTC vai subir’, argumentam

Embora os indicadores apontem instabilidade, empresários de Bitcoin do Brasil estão confiantes em alta da moeda

Assim, segundo eles, a análise de preço do bitcoin, mostrou a possibilidade de queda acentuada em seu valor nas próximas semanas.

Embora seja um ponto de atenção para os mineradores e operadoras, o fato não é inédito e, segundo especialistas, não é motivo para preocupação neste momento, já que a moeda  apresentou quedas de valor em outras ocasiões ainda em 2020.

Portanto, é esperado que, embora existe um cenário de crise mundial em decorrência de vários fatores e, inclusive, com forte influência da pandemia, as bitcoins podem ter  alta nos próximos meses.

Stock-to-Flow

Para Felipe Lopes, economista trader da UZZO, a queda no valor das bitcoins não deve ser tão acentuada e, inclusive, os indicadores indicam alta para os próximos anos.

“Diferente de 2018, acabamos de passar por um Halving, e isso é um fator totalmente relevante para a precificação do BTC. Uma vez que a remuneração dos mineradores caiu pela metade, não acredito em uma queda tão grande no preço. Se somarmos a isso, os modelos de Stock-to-Flow e o acompanhamento gráfico logaritmo do preço, ambos indicam uma projeção de alta para os próximos anos”, afirma.

Porém, para ele, é  claro que um fator totalmente fora do radar pode acontecer e o preço despencar, porém, com base no que temos hoje observado, a expectativa é de alta. 

Halving 

Já para Bernardo Schucman, CEO da FastBlock, a expectativa quanto ao futuro do preço do BTC continua otimista.

“Historicamente o halving começa a ter um forte impacto nos meses subsequentes e não no seu dia de fato, com isso cada dia que passa está mais próximo de uma subida de preço por conta da escassez gerada e que agora começa a ser sentida. Outro fator são os volumes de exchagens que diminuiram, pois as pessoas passaram a holdar e com isso cerca de 60% das carteiras de bitcoins não moveram seus bitcoin esse ano”, revela.

Volatilidade 

Lucas Schoch, CEO da Bitfy, também acredita numa valorização a médio prazo com base no Halving.

“Especulação de queda ou alta do preço são basicamente a vida das pessoas que olham para criptomoedas como investimento. A verdade é que o Bitcoin, sendo a maior das moedas, tem muito menos volatilidade que as demais e ao mesmo tempo, é uma das únicas com investidores institucionais. Acredito muito na volta da volatilidade nos próximos meses, mas contrário à análise, aposto na alta a médio prazo. A base para essa crença é a evolução do valor do bitcoin nos meses posteriores ao Halving, que ocorreu há poucos meses”, explica.

LEIA MAIS

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 46,943.00
  • ethereumEthereum (ETH) $ 1,464.94
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • cardanoCardano (ADA) $ 1.11
  • binance-coinBinance Coin (BNB) $ 220.90
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 32.76
  • xrpXRP (XRP) $ 0.457015
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 172.48
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 26.34
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 480.83