‘DeFi pode demorar uma década para atingir seu objetivo’ afirma Andreas Antonopoulos

Famoso defensor do Bitcoin e especialista em criptomoedas, Andreas Antonopoulos participou de um recente podcast e falou sobre a DeFi. Ele afirmou que a tecnologia DeFi ainda está muito no começo e que precisa de tempo para provar seu potencial.

O especialista começou sua análise dizendo que o atual sistema financeiro tradicional não é democrático e exclui muitos participantes:

“Este é o mundo em que vivemos, onde bilhões de pessoas tem um acesso muito limitado à serviços financeiros por que elas não servem ao interesse dos bancos.”

Ele disse que um dos maiores usos de caso da DeFi atualmente são as moedas estáveis – criptomoedas que possuem seu valor atrelado a alguma moeda nacional.

Antonopoulos acredita que as moedas estáveis permitem aos usuários experimentarem da liberdade proporcionada pelas criptomoedas, sem arcar com o risco da alta volatilidade deste mercado.

O “guru” do Bitcoin acredita no potencial da DeFi, mas acha que ela ainda precisa provar sua utilidade:

“Eu acho que a DeFi tem mais a ver com disponibilizar mais serviços financeiros – remover intermediários e porteiros que tradicionalmente têm sido barreiras à inclusão econômica. Mas vamos ser honestos, no momento, o DeFi exige muito entendimento. A tecnologia ainda é imatura, propensa a problemas, riscos, bugs de segurança e as interfaces do usuário para usar o DeFi ainda não estão maduras. ”

DeFi é o termo usado para designar um novo setor da indústria de criptomoedas: Decentralized Finance, ou “Finanças Descentralizadas”. 

Esta nova tecnologia permite a criação de produtos financeiros convencionais, como empréstimos e contas de poupança, de forma decentralizada e sem a necessidade de uma instituição financeira.

Antonopoulos afirmou que a visão da DeFi não era inatingível, mas que levaria uma década para polir e amadurecer interfaces, ampliar o acesso, aumentar a liquidez, reduzir a volatilidade, melhorar a segurança subjacente dos contratos inteligentes e criar uma infraestrutura mais robusta para que ela pudesse ter mais adoção.

Para o especialista, o mesmo se aplica à maioria das criptomoedas. Muitos destes projetos estão na fase inicial e podem precisar de mais tempo para provar seu valor. 

A DeFi conseguiu crescer em 2019, apesar de a maioria das criptomoedas terem apresentado um ano de baixa. 

Muitos analistas acreditam que, com os bancos centrais de todo o mundo começando a praticar juros negativos, o altos ganhos garantidos pela DeFi podem atrair usuários para o sistema.

Nos últimos meses temos visto países impondo juros negativos em contas de poupança, isso significa que o cliente precisa pagar o banco para deixar seu dinheiro depositado. 

Ao mesmo tempo, cada dia surgem novos produtos de empresas focadas na DeFi que garantem de 4% até 8% anualmente para quem manter suas moedas estáveis ou criptomoedas em suas plataformas.

Antonopoulos também falou sobre esta relação:

“Os juros negativos e taxas de juros negativas – eles são bons para criptomoedas, são bons para todo o espaço; taxas de juros negativas são fundamentalmente uma imposição de ataques a poupadores por um banco central que tenta preencher uma lacuna de monetização massiva criada por estímulos excessivos e dívidas excessivas.”

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 16,966.39
  • ethereumEthereum (ETH) $ 510.66
  • rippleXRP (XRP) $ 0.550778
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 12.45
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 263.71
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 69.22
  • stellarStellar (XLM) $ 0.205152
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.142139
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 4.72