Daniboy, vereador de Embu das Artes promovia a G44 e é acusado de ‘calote’ na cidade

Um vereador de Embu da Artes, São Paulo, está enfrentando problemas e acusações de fraude por ajudar a promover a G44, empresa acusada de pirâmide financeira.

A G44 prometia rendimentos garantidos por meio de supostas operações com criptomoedas e pedras preciosas.

Porém a empresa não tinha autorização da Comissão de Valores Mobiliários, (CVM)  e foi proibida de atuar no Brasil.

Contudo, apesar da proibição a empresa continuou suas atividades de forma ilegal.

No entanto, desde o ano passado não está honrando com o pagamento do suposto lucro de seus clientes.

Por conta disso e de suas atividades ilegais a empresa vem sendo investigada pelo Ministério Público, CVM, Polícia Civil e já possui inúmeras ações na Justiça movida pelos clientes da empresa.

Daniboy

No caso de Embu das Arte, o vereador Danilo Alves, conhecido como Daniboy, seria um dos divulgadores da empresa.

Assim, Daniboy, usando de sua influência teria vendido pacotes de investimento para vizinhos e conhecidos.

Porém, como a G44 parou de pagar seus investidores, Alves passou a ser cobrado por aqueles que acreditaram em suas palavras e investiram na empresa.

Segundo informações os investimentos dos ‘amigos’ de Daniboy podem chegar até R$ 1 milhão.

O vereador porém alega que não tem culpa e que em breve tudo será resolvido.

 “É um mal que vem pra bem”.

Calote

Assim as vítimas da G44 que entraram no possível golpe acreditando no vereador começaram a cobrar a autoridade pelo calote.

Segundo foi informado pelo portal EmbuNews moradores do bairro Vista Alegre alegam que o vereador ostenta uma vida luxuosa e confortável, enquanto as vítimas de um possível esquema de pirâmides cobram a devolução do dinheiro

E sua defesa o vereador afirma que fará ele próprio o pagamento dos investidores que acabou levando para o golpe.

Porém, afirma que também foi vítima do mesmo golpe.

Nas redes sociais investidores da G44 mostram sua indignação com a empresa.

“Posso te mandar um monte de áudios dos donos dessa G44, mandando as pessoas irem trabalhar para recuperarem seus investimentos”, destacou um investidor.

Plano de pagamentos G44

Existem 10.000 clientes com saques em atraso que investiram na G44 Brasil.

Porém a empresa tenta solucionar o problema com um plano de pagamentos que pode durar mais de três anos.

O plano de pagamento da G44 Brasil foi apresentado para a Associação Brasiliense de Solução de Conflitos (Abrasc), que organizava um processo conjunto contra a empresa acusada de atuar como pirâmide financeira de Bitcoin.

No total, o plano de pagamento da G44 Brasil espera pagar aos clientes o saldo devido em até 40 prestações.

Além disso, a plataforma pede oito meses de carência para os pagamentos começarem. 

LEIA MAIS

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 49,248.00
  • ethereumEthereum (ETH) $ 1,573.10
  • cardanoCardano (ADA) $ 1.24
  • binance-coinBinance Coin (BNB) $ 255.51
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 36.67
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • xrpXRP (XRP) $ 0.446596
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 29.67
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 183.23
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 535.05