CEO da Binance se posiciona sobre polêmica entre Justin Sun e Steem

Justin Sun, CEO da Fundação Tron, adquiriu o protocolo blockchain Steem em março deste ano.

No mesmo mês, usuários da rede se organizaram para um hard fork. Exchanges ajudaram o CEO da Tron a obter controle sobre a rede.

Por meio dos tokens armazenados em suas plataformas, exchanges votaram para que Sun tivesse acesso. Após alguns episódios, o CEO da Binance se posicionou sobre a briga.

As controvérsias

O hard fork feito por membros da Steem, que criou a blockchain HIVE, trouxe controvérsias. A ação foi feita após Sun ter acesso a fundos travados da rede Steem, o que desagradou a grande parte dos entusiastas da Steem.

Contudo, juntamente com o hard fork, usuários começaram a anular endereços de usuários da rede. Consequentemente, Sun acionou autoridades policiais, acusando os autores do hard fork de “roubo”.

Nesse cenário se deu o posicionamento de Changpeng Zhao, CEO da Binance. Por meio do blog oficial da Binance, Zhao falou sobre os problemas do caso no dia 24 de maio, último domingo.

De acordo com Zhao, foi necessário apoiar o hard fork. A justificativa é que o apoio deveria ser dado para que usuários da rede sacassem seus fundos.

Entretanto, ele simpatiza com o outro lado da moeda: usuários perdendo seus fundos. Ele mostra o caso de Dan, um detentor de tokens Steem que perdeu mais de R$ 5 milhões ao ter o endereço invalidado.

O CEO da Binance afirma:

“Embora eu sinto pela perda de Dan, eu não acho razoável prender fundos de usuários Steem indefinidamente. O melhor conselho que eu posso dar a Dan é criar um fork da Steem antes do próximo hard fork, e nós provavelmente daremos suporte. Não é por ‘conveniência’. Nós escolhemos o trabalho extra justamente porque nós valorizamos a responsabilidade que temos junto aos nossos usuários.”

Desta forma, Zhao justifica porque deu suporte ao hard fork da Steem, apesar de algumas tristes consequências.

Surpreendido por Andreas Antonopoulos

Além de se posicionar, Changpeng Zhao se mostrou surpreso pelo posicionamento de Andres Antonopoulos. Antonopoulos é um conhecido autor e especialista da área de criptoativos.

Em um comentário feito no Twitter, Antonopoulos comentou sobre a anulação de endereços após o hard fork:

“Se isso confere, então, na minha opinião, isso resultará em um processo coletivo, e as exchanges que participaram disso também serão tratadas como rés.”

Zhao se mostrou surpreso com o posicionamento de Antonopoulos, respondendo:

“Eu acreditaria que este tipo de pensamento iria contra tudo que ele defende. Em um mundo descentralizado, qualquer um deveria poder apoiar qualquer hard fork. Exchanges dando escolhas para usuários de uma ‘moeda de fork’ não é diferente por definição. O inverso é um problema, caso exchanges impeçam usuários de conseguir as moedas que eles supostamente deveriam obter, seja por fork ou saques. De qualquer forma, é isso aí.”

Por fim, o CEO da Binance conclui afirmando que a descentralização resolverá os problemas atualmente existentes. Entretanto, criará seus próprios tipos de problemas.

Leia também: Dinheiro tende a desaparecer e criptomoedas são desafio, diz professora da PUC

Leia também: Binance volta para a China como plataforma que ensina sobre blockchain

Leia também: Bitcoin caminha rumo à etapa de “frenesi”, afirma especialista em criptomoedas

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 18,390.85
  • ethereumEthereum (ETH) $ 615.17
  • rippleXRP (XRP) $ 0.696399
  • tetherTether (USDT) $ 0.998988
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 345.65
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 16.22
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 90.62
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 5.94
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.179647
  • binancecoinBinance Coin (BNB) $ 33.36