Busca por Bitcoin na China explode e pode indicar nova onda de investimento no ativo digital

De acordo com dados recentes do Google Trends, a procura pelo termo “Bitcoin” na China aumentou vertiginosamente nas últimas semanas e, aliado ao novo cenário do mercado de investimentos no país, sugere o início de uma nova onda de investimento no ativo digital.

A China sempre foi um dos mercados mais importantes do mundo das criptomoedas. Um dos motivos para isso é o fato de que estimasse que 66% de todo o poder computacional de mineração de Bitcoin está no país.

Apesar de o comércio de Bitcoin permanecer proibido na China, o país ainda possui um importante papel na manutenção da rede do ativo digital.

Por esse motivo, muitos analistas procuram estar sempre atualizados com o interesse dos investidores chineses nos ativos digitais.

Dados recentes mostram que o volume de busca da palavra-chave ‘Bitcoin’ deve atingir o valor máximo nesta semana na China, provando que mais usuários estão aumentando seu interesse pelo ativo digital em meio à crise econômica global causada pelo Coronavírus.

Em um recente artigo, a Bloomberg publicou que os retornos anualizados de alguns fundos mútuos do país são menores que os juros ganhos por meio de depósitos bancários.

Segundo analistas, este fator pode estar contribuindo para o aumento do interesse no Bitcoin na região, já que os poupadores chineses pretendem migrar dos fundos do mercado tradicional para alternativas mais arriscadas atrás de ganhos maiores.

Até mesmo refúgios populares, como os títulos do governo da China em 10 anos, se tornaram menos atraentes depois que seu rendimento caiu para o pior valor desde 2002.

Com a recente crise, poucos setores conseguiram registram ganhos em 2020. O setor de saúde e do armazenamento em nuvem foram as melhores apostas restantes no mercado chinês, com seus fundos negociados em bolsa retornando pelo menos 20% de ganho em 2020.

A simultaneidade entre as tendências crescentes da busca por ‘Bitcoin’ no Google, a procura por ativos mais arriscados por parte dos investidores chineses, e o preço do Bitcoin não é de hoje.

Dados mostram uma correlação histórica entre estas métricas. 

Em junho de 2019, o volume de pesquisa por ‘Bitcoin’ na ferramenta de busca chinesa chamada Baidu explodiu. No mesmo período, a criptomoeda atingiu sua alta do ano próximo a US$ 14.000.

Além disso, como relatou a Nasdaq, para amenizar os prejuízos econômicos causados pelo corona vírus, o Banco Popular da China deve introduzir um pacote massivo de estímulos. 

Especialistas acreditam que isso pode causar uma pressão inflacionária na moeda local e isso deve atrair ainda mais investidores para o Bitcoin.

CONTINUE LENDO

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 13,762.85
  • ethereumEthereum (ETH) $ 386.71
  • tetherTether (USDT) $ 0.998445
  • rippleXRP (XRP) $ 0.240010
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 263.01
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 11.21
  • binancecoinBinance Coin (BNB) $ 28.37
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 4.18
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 55.56
  • bitcoin-cash-svBitcoin SV (BSV) $ 167.08