O canal do Youtube do Criptomaníacos fez uma análise gráfica sobre os valores atuais do Bitcoin (BTC), prevendo que um cenário de definição está muito próximo de acontecer.

A análise feita por meio do gráfico diário, com o desempenho do BTC em 24 horas, mostra que a redução recente até os 30 mil dólares é considerada o fundo atual da maior criptomoeda por valor de mercado. Esse pode ser um movimento gráfico parecido com o fundo registrado em março de 2020, quando o BTC recuou até 3 mil dólares e se recuperou na sequência.

Ele usa indicadores de 50 dias, 100 dias e 200 dias para mostrar que a curva de redução entre os dois períodos é semelhante, o que pode indicar que a recuperação também siga para um viés de alta e de recuperação parecidos.

“Se o preço continuar dentro das paralelas, entre 30 mil e 40 mil dólares, por algum tempo, ele [BTC] vai chegar no limite mínimo (linha amarela inferior). Portanto, “ou o preço do Bitcoin rompe pra cima antes de chegar nesse momento ou ele vai romper para baixo dessa formação… e aí, é queda! Vai desabar o preço” , afirma o analista do Cripotomaníacos.

Reprodução: Youtube / canal Criptomeaníacos

Isso significa que se o BTC continuar entre essas paralelas, o mercado verá essa definição de valores no mês de agosto ou, no máximo, em setembro. “Caso contrário, ele [o BTC] vai para baixo, obrigatoriamente, e abaixo dessa formação (linha amarela inferior), abaixo do que aconteceu lá em março de 2020”, diz o analista. “E aí, o preço buscaria a região dos 20 mil dólares”.

Porém, alguns fatores levam a crer que a tendência maior é que o preço do Bitcoin suba. “O BTC já deve ter encontrado seu fundo nos 28 ou 29 mil dólares e, a partir de agora, ele deve começar a sua subida”, afirma o analista.

Ele baseia o comentário em análises que relacionam o Bitcoin com as empresas de tecnologia dos Estados Unidos, “afinal o público é parecido, pessoas que investem em empresas de tecnologias e pessoas que investem em Bitcoin.” 

Nessa análise, quando o Bitcoin teve o seu fundo em março de 2020, as empresas de tecnologia também perderam muito valor. “Na sequência, tudo se recuperou igualmente. As empresas de tecnologia e o Bitcoin dispararam.” 

Por coincidência, os momentos em que o Bitcoin apresenta tendência de queda, são os mesmos em que as empresas de tecnologia registram desempenhos ruins. Basta comparar os períodos entre os meses de maio e julho de 2020 com os meses de maio e julho de 2021.

“isso me traz um certo otimismo, porque assim como antes a tendência é que haja primeiro um pump nas ações de tecnologia para, na sequência, o Bitcoin seguir esse padrão de valorização”.

Ele explica que os investidores do mercado tradicional injetam dinheiro nas ações de tecnologia, que têm uma supervalorização e alcançam altas históricas. Mas para rebalancear a carteira de investimentos, colocam parte do lucro em outros mercados, como o Bitcoin. 

Se o cenário se repetir em relação ao período de março de 2020, a tendência é que o BTC volte a subir novamente.

Leia mais:

 

Desde 2019, não aparece uma janela de compra tão clara. Negocie mais de 400 pares de criptomoedas com 0% de taxa até 8 de Julho na OKEx.

Compre o mergulho agora na OKEx!

Artigo

Leave a Reply