O vice-presidente sênior de vendas da Salesforce para tecnologias emergentes, Adam Caplan, diz que é difícil para as empresas confiarem em blockchains públicas, pois elas não oferecem nenhum controle de acesso e governança.

Durante a conferência online Consensus: Distributed, Caplan disse que é crucial que as empresas possam exercer algum controle em um sistema blockchain, o que só é possível em blockchains privadas.

Ele acrescentou que, embora os negócios possam querer agregar valor aos seus consumidores finais através da blockchain, as preocupações com a segurança podem ser suficientes para dissuadi-los de adotar a tecnologia.

Uma internet aberta não atende às necessidades das empresas

Durante a conferência, Caplan conversou com Dominic Williams, fundador da DFINITY Foundation, uma organização sem fins lucrativos que constrói um novo protocolo de internet para uma internet aberta.

A declaração de Caplan sobre a falta de credibilidade de blockchains abertas para empresas veio como uma resposta à ideia de Williams de criar uma Internet aberta, que, disse ele, atrairá empresas para construir novos sistemas na blockchain.

Não é que as empresas desejem construir redes secretas próprias, mas querem poder controlar e governar as atividades na rede, explicou Caplan.

A Salesforce é a maior plataforma de gerenciamento de relacionamento com clientes do mundo e tem sido altamente ativa no espaço de blockchain e ativos digitais.

Em maio de 2019, a Salesforce anunciou sua plataforma blockchain baseada em Hyperledger para ajudar as empresas a criar contratos, aplicativos e redes inteligentes para compartilhamento de dados. S & P Global, Arizona State University e Lamborghini relataram estar usando a plataforma Salesforce Blockchain.

Leia mais:

Artigo

Deixe uma resposta