Bitcoin será atingido por ‘terremoto de US$ 1 bilhão nesta semana’, segundo autor da Forbes

Um “terremoto de US$ 1 bilhão” deve sacudir o preço do Bitcoin nos próximos dias com o vencimento de 1.000 contratos de opções envolvendo a criptomoeda. Segundo o autor Billy Bambrough da Forbes, 70% de toda a oferta em aberto de contratos de opções será liquidada na sexta-feira (26).

O movimento de vencimento desses contratos deverá impactar diretamente no preço do Bitcoin no mercado. No total, US$ 930.000.000 em contratos de opções de Bitcoin serão expirados em cerca de quatro dias.

Em alguns casos os contratos de opções induzem uma valorização para a criptomoeda, que pode valer até US$ 11.000 no mercado de acordo com negociações relacionadas a criptomoeda na CME.

Contratos de opções podem alavancar criptomoeda

O preço do Bitcoin pode sofrer alterações com o vencimento de contratos de opções nos próximos dias. Quase US$ 1 bilhão desse tipo de contrato expirará, fazendo com que a criptomoeda seja impactada com tamanha negociação.

No total, os contratos que devem expirar correspondem a 70% de toda a oferta de contratos de opções com Bitcoin oferecida atualmente no mercado. De acordo com a Forbes, o interesse por esse tipo de negociação dobrou nos últimos meses, alcançando US$ 1,3 bilhões recentemente.

“O interesse aberto pelo Bitcoin subiu para US $ 1,3 bilhão, o dobro do que era apenas alguns meses atrás.”

Apontada como uma das principais empresas que operam contratos de opções com Bitcoin, os negócios da Deribit correspondem a 77% de todo o mercado. No entanto, outras plataformas começam a dominar esse tipo de negociação considerada novidade entre as criptomoedas, como a CME e a Ledger.

Com US$ 930 milhões em “papéis” que vencem no dia 26 de junho, as negociações de contratos de opções com Bitcoin correspondem a mais de 67 mil unidades da criptomoeda, segundo publicação do escritor Su Zhu no Twitter.


Número de Bitcoins negociados em Contratos de Opções (Reprodução/Twitter)

Os acordos que devem vencer correspondem a contratos celebrados de forma trimestral. Ou seja, o negócio que vencerá na próxima sexta (26) foi firmado ainda no final de março de 2020, momento em que o preço do Bitcoin era cotado em cerca de US$ 6.600 no mercado. Segundo uma publicação do escritor Su Zhu no Twitter, o, as negociações “a prazo” da criptomoeda podem provocar uma onda de valorização.

Preço do Bitcoin alcançará US$ 11.000?

Nos contratos de opções o preço do Bitcoin é negociado por um valor pré-estabelecido e possui relação com uma data específica. Dessa forma, é possível especular a cotação da criptomoeda e apostar em uma valorização ou queda.

Esse tipo de operação começou a crescer no mercado de criptomoedas em 2020 e já ultrapassou US$ 1 bilhão em negociações. Com deduções de preços que podem indicar um aumento ou uma desvalorização, as Opções determinam a cotação do Bitcoin “a prazo”.

A maioria dos contratos de opções da CME apostam que o preço do Bitcoin chegará em US$ 11.000 ou mais. Segundo a Forbes, 75% dos papéis da empresa apontam para uma cotação neste valor.

Com o vencimento dos acordos realizados há três meses, o mercado será inundado com US$ 1 bilhão em contratos de opções que devem expirar em quatro dias. Sendo que a criptomoeda pode valer até US$ 11.000, ao ser guiada por esses contratos que foram firmados quando o Bitcoin ainda valia US$ 6.600.

Leia Mais:

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 47,020.00
  • ethereumEthereum (ETH) $ 1,476.67
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • cardanoCardano (ADA) $ 1.07
  • binance-coinBinance Coin (BNB) $ 220.55
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 33.03
  • xrpXRP (XRP) $ 0.455383
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 171.72
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 26.43
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 484.54