BIS: Evidências mostram que 10% dos bancos centrais do mundo vão emitir em breve sua própria moeda digital

Uma nova pesquisa do Banco de Pagamentos Internacionais (BIS) revelou que apenas 10% dos bancos centrais provavelmente vão emitir uma moeda digital do banco central (CBDC) para o público em geral no curto prazo.

De acordo com um relatório que o BIS compartilhou com o Cointelegraph em 23 de janeiro, o banco pesquisou 66 bancos centrais de todo o mundo para investigar sua ânsia de desenvolver e emitir uma CBDC. Desses, os entrevistados representaram 21 economias avançadas e 45 economias emergentes (EMEs), cobrindo 75% da população mundial e 90% de sua produção econômica.

EMEs vs. resultados de economias avançadas

Os resultados mostraram que apenas 10% dos bancos pesquisados provavelmente lançarão uma CBDC de uso geral no curto prazo – o dobro da proporção de bancos no ano passado. Este número representa 20% da população do mundo. 20% dos bancos que participaram da pesquisa disseram que provavelmente emitirão uma CBDC no médio prazo, dos quais 90% estão em EMEs.

Os autores do relatório não encontraram evidências de uma transição generalizada da fase de pesquisa das CBDCs para os pilotos e experimentações. O relatório ainda diz:

“O uso do dinheiro é a chave para impulsionar os planos de muitos bancos centrais, com os bancos centrais das EMEs com o objetivo de reduzir a dependência de dinheiro e as economias avançadas agindo para evitar quaisquer problemas que possam ser enfrentados pelo público em geral no acesso ao dinheiro do banco central”.

Motivações por trás da emissão de uma CBDC

Os bancos centrais das EMEs demonstraram motivações mais fortes do que as economias avançadas para o desenvolvimento de uma CBDC de uso geral. Isso incluiu eficiência de pagamento doméstico, segurança de pagamento e inclusão financeira. As economias avançadas apontaram a segurança de pagamento como o único impulso por trás desse desenvolvimento.

Os entrevistados mostraram uma tendência semelhante em relação à CBDC atacadista, em que as EMEs nomearam as mesmas motivações da emissão de uma CBDC de uso geral, enquanto as economias avançadas enfatizaram o aumento da eficiência dos pagamentos internacionais como a motivação mais importante.

Esforços colaborativos para entender as CBDCs

Em 22 de janeiro, o Fórum Econômico Mundial (WEF) – junto com alguns dos principais bancos centrais do mundo – criou um conjunto de ferramentas para formuladores de políticas sobre a CBDC, na tentativa de ajudar os formuladores de políticas a entender se a implantação de uma CBDC seria vantajosa e orientá-los no seu design. .

Para desenvolver a estrutura, o WEF colaborou com reguladores, pesquisadores de bancos centrais, organizações internacionais e especialistas de mais de 40 instituições. O documento reconhece que uma CBDC – entre outras coisas – pode melhorar o custo e acelerar a eficiência dos pagamentos interbancários transfronteiriços, bem como reduzir os riscos de liquidação.

Nesse mesmo dia, o ex-chefe de pagamentos e acordos do Banco do Japão admitiu que o Libra do Facebook havia provocado os bancos centrais para examinar seriamente a emissão de moeda digital.

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 19,415.93
  • ethereumEthereum (ETH) $ 613.67
  • rippleXRP (XRP) $ 0.630111
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 88.44
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 13.95
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 290.84
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.165964
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 5.44
  • binancecoinBinance Coin (BNB) $ 30.44