Banco Central da Argentina promove uma prova de conceito baseada na tecnologia blockchain

O principal regulador financeiro da Argentina continua demonstrando forte interesse na tecnologia de registro de dados distribuídos como uma solução eficiente para os problemas bancários atuais do país.

O Banco Central da República Argentina patrocina anualmente um programa que convida entusiastas a participar de um evento chamado Programa de Inovação Financeira. Assim, quando o evento do tipo concurso termina, aqueles que são eleitos fazem parte da equipe externa endossada pelo banco central para executar as soluções tecnológicas selecionadas.

Dessa forma, a tabela de inovação financeira é basicamente responsável pela criação de um espaço de trabalho misto, ou seja, com colaborações públicas e privadas, composto por especialistas do Banco Central, empresas fintech, bancos, empresários e organizações públicas e privadas.

Nesta instância administrativa, estão sendo feitos trabalhos para desenvolver ferramentas e soluções que alcancem maior inclusão financeira e um sistema financeiro eficiente em reuniões periódicas com esses tópicos a serem desenvolvidos, meios e infraestrutura de pagamento, tecnologias e sistemas transversais, canais alternativos de crédito e poupança e soluções para meios de tecnologia blockchain.

Isso permite que o tempo continue sendo investido em soluções reais para implementá-las no sistema financeiro argentino. O grupo que trabalhou nessa prova de conceito em andamento seria formado pela empresa IOV Labs e pelo Grupo Sabra, fornecendo os suportes em tecnologia blockchain, e pelos bancos BBVA, ICBC, Santander Río, BYMA, Banco da Província de Córdoba, Interbancário e Red Link, formando as entidades financeiras que compõem o teste.

Sabia-se que de 2019 até pelo menos o primeiro trimestre deste ano eles estavam trabalhando no design e na execução de uma prova de conceito (PoC) para sua sigla em inglês.

Essa solução que vem sendo trabalhada busca implementar um sistema descentralizado de tratamento de solicitações de débito direto, que são rejeitadas pelos clientes das instituições financeiras.

A arquitetura da solução é baseada nos contratos inteligentes desenvolvidos pela empresa RSK. Nesse sistema – na fase de teste – os diferentes atores do sistema financeiro poderão acessar livremente e espera processar reivindicações de forma automática, confiável e segura, além de poder processá-las de maneira que possam ser rastreadas desde o início da reivindicação até a solução da mesma, e da mesma maneira obter informações em tempo real sobre as novidades das contas bancárias inseridas no sistema.

Tudo isso no contexto da pandemia que assola o mundo, portanto, o CEO do IOV Labs disse que: 

“Estamos convencidos de que a implementação desse tipo de plataforma poderá construir um ecossistema colaborativo para o sistema financeiro como um todo, de acordo com os tempos de avanço tecnológico em que vivemos e em pé de igualdade com os sistemas financeiros mais inovadores do mundo e dadas as circunstâncias em que o mundo está enfrentando, mais do que nunca, é necessário poder usar a tecnologia para otimizar processos e prestar um melhor serviço aos cidadãos.”

Atualmente, a solução está sendo testada pelos bancos participantes para determinar sua capacidade de resolver problemas de integração de processos entre bancos e atores do sistema. Depois de concluída a etapa de teste, a iniciativa estará aberta à participação de outros bancos do mercado e outros casos potenciais de uso da rede.

O Banco Central da República Argentina, por meio de seu programa de inovação financeira, aposta na melhoria de toda a infraestrutura financeira do país, adaptando-a aos novos padrões globais, onde todos os dias os cidadãos estão mais integrados à tecnologia e aplicações que facilitam todo o sistema financeiro, da abertura de uma conta online ao uso de cartões de débito ou crédito com tecnologia sem contato, que permite uma conectividade mais rápida e poderosa com menos etapas para efetuar pagamentos.

Leia mais:

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 18,351.18
  • ethereumEthereum (ETH) $ 612.41
  • rippleXRP (XRP) $ 0.710258
  • tetherTether (USDT) $ 0.995069
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 341.16
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 15.72
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 89.40
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 5.87
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.170712
  • binancecoinBinance Coin (BNB) $ 32.47