Atlas Quantum destrói 205 unidades de ‘Bitcoin’ após comprar criptomoedas por R$ 1.400

Mais de 205 unidades do “Bitcoin do Atlas Quantum” foram queimadas pela própria plataforma nesta sexta-feira (17). As criptomoedas destruídas foram “recompradas” pela empresa e fazia parte do saldo de clientes com saques em atraso desde 2019, segundo comunicado publicado no Facebook.

Conhecido como (BTQ), o “Bitcoin do Atlas Quantum” está sendo negociado atualmente com mais de 95% de deságio. Um cliente da empresa alega que cada unidade da criptomoeda foi negociada por cerca de R$ 1.400,00.

Essa é uma das únicas alternativas apresentadas pela plataforma para liquidar os saques de clientes em atraso desde agosto de 2019.

Nos últimos dias o Atlas Quantum recomprou dos clientes 205,59061619 (BTC). Essas criptomoedas foram queimadas e deixaram de existir, de acordo com a intenção da plataforma.

Atlas Quantum queima o próprio Bitcoin

O Atlas Quantum anunciou a recompra do saldo de clientes em BTQ com um deságio de cerca de 95% se comparado ao preço praticado pelo verdadeiro Bitcoin (BTC) no mercado.

Segundo a publicação no Facebook, essa foi a primeira recompra de BTQ, onde os tokens foram queimados pelo Atlas Quantum. Dessa forma, mais de 205 unidades de BTQ deixaram de existir definitivamente.

“Os tokens adquiridos passaram por um processo de queima. Este procedimento, também é conhecido como Burning e na prática significa retirar e inutilizar as unidades compradas de circulação, de forma definitiva e irreversível. Esta prática garante que as unidades recompradas não voltem ao mercado, garantindo sua escassez.”

Clientes com saldo em criptomoedas desde 2019

O Atlas Quantum enfrenta problemas para pagar milhares de clientes com saques de Bitcoin (BTC) em atraso que se arrastam desde 2019. A empresa lançou uma nova plataforma e trocou o saldo dos investidores pela criptomoeda BTQ.

Investidores alegam que o saldo em BTC foi trocado por BTQ pelo Atlas Quantum sem autorização dos usuários. No entanto, o BTQ já foi negociado com deságio de até 99.99%.

Embora seja chamada também de “Bitcoin”, o BTQ foi criado na rede Ethereum, sendo este um token (ERC-20) que não é aceito em nenhuma plataforma além do Atlas Quantum.Indignado com a publicação no Facebook, um usuário do Atlas Quantum reclama sobre a venda das criptomoedas com 95% de deságio. Ele explica no comentário que cada unidade de BTQ foi negociada por quase R$ 1.400.

 “1 BTQ vale R$ 1.400, de R$ 36.000 passou para R$ 1.400, só podem tá (sic) de sacanagem que estão contando vantagem disso”

 
Outro cliente com Bitcoin no Atlas Quantum desabafa, na mesma publicação sobre a recompra, que o dinheiro investido na plataforma poderia ser útil neste momento de instabilidade econômica mundial.

“Ah, se eu tivesse ouvido os leigos que me diziam que eu estava entrando numa ‘fria. Hoje estaria dormindo em paz, com minha reserva de emergência.”

Em março de 2020 o Atlas Quantum anunciou o projeto Phoenix no mercado de criptomoedas. Um robô de trading voltado para investidores, a Phoenix cobra 50% do suposto lucro das operações dos usuários.

Metade desse lucro é dividido com o projeto Phoenix, ou seja, com o Atlas Quantum. A empresa está utilizando parte desse lucro para quitar os saques de Bitcoin em atraso há meses, comprando BTQ com deságio de 95% para depois queimar as criptomoedas.

Leia Mais:

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 12,196.67
  • ethereumEthereum (ETH) $ 379.11
  • tetherTether (USDT) $ 0.999789
  • rippleXRP (XRP) $ 0.247606
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 249.26
  • binancecoinBinance Coin (BNB) $ 29.43
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 10.39
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 4.00
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.104455
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 48.63