Após esvaziar as contas, G44 também não tem veículos para bloqueio

A G44, ou G44 Brasil, é uma empresa que prometia altos rendimentos aos seus clientes. Os retornos eram conquistados, supostamente, sobre operações da empresa com criptomoedas.

Entretanto, desde 2019 a empresa não paga seus investidores. Além disso, ela firmou um acordo extrajudicial em março, que até agora não foi cumprido.

Em um dos centenas de processos movidos contra a empresa, foi descoberto que não haviam valores em conta. Agora, conforme compartilhado por um advogado com o CriptoFácil, também não foram encontrados veículos.

Sem veículos

A busca por veículos é feita por meio do sistema Renajud. É uma prática comum em medidas cautelares de urgência, por meio das quais investidores querem garantir que a empresa não dilua ou suma completamente com bens.

Recentemente, um advogado que representa diversos clientes lesados pelos saques retidos da G44 compartilhou com o CriptoFácil o resultado de uma das buscas.

De acordo com a imagem exibida abaixo, a G44 não possui veículos para bloqueio:

Desta forma, torna-se muito mais difícil para investidores reaver os valores devidos em sede judicial. O mesmo ocorre com outras empresas inadimplentes com seus clientes, como a Unick.

O episódio é o mais recente no caso G44, e nada bom para os investidores buscando restituição pelos valores investidos.

Nada nas contas da G44 também

No final de abril, foi compartilhado com o CriptoFácil que a G44 também não possui valores em conta. Isso dificulta ainda mais a vida dos credores que desejam demandar judicialmente.

Contudo, os advogados Felipe de Almeida Ramos Bayma Sousa e  Jorge Calazans deram conselhos sobre como, mesmo assim, realizar uma demanda judicial robusta.

Desta forma, clientes terão mais chances de ajuizar uma demanda que seja bem-sucedida.

Promessas com a Goldario

A Goldario é uma criptomoeda supostamente lastreada por esmeraldas. Trata-se de outro projeto da G44, já analisado pelo CriptoFácil.

O que pode preocupar os investidores é que, nos e-mails da G44 envolvendo promessas de pagamento, a Goldario é dada como uma “fonte de esperança”. Entretanto, conforme já analisado, o projeto é confuso, ainda em fase de oferta inicial de moedas (ICO, na sigla em inglês) tão confusa quanto.

Em 06 de maio, os sócios da G44 Saleem Ahmed e Josy Escobar fizeram uma live de quase uma hora. Na live, Ahmed justificou que os pagamentos não estão sendo feitos em decorrência do coronavírus, que está dificultando a liquidação de seus ativos.

Porém, o coronavírus aparentemente não impediu que os veículos em nome da empresa fossem liquidados.

Leia também: Golpe de empresa que prometia investimento em Bitcoin pode chegar a R$ 1 bilhão

Leia também: Justiça dá 48 horas para Atlas Quantum depositar criptomoedas de investidores

Leia também: Possível carteira do criador do Bitcoin acaba de mover 50 BTC

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 19,217.32
  • ethereumEthereum (ETH) $ 601.94
  • rippleXRP (XRP) $ 0.622802
  • tetherTether (USDT) $ 0.999739
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 87.90
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 13.83
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 288.94
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 5.40
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.159656
  • binancecoinBinance Coin (BNB) $ 30.18