Análise usa teoria de 1938 e sugere que preço do Bitcoin pode cair para U$ 2.400 após ‘efeito manada’

Uma análise publicada pelo trader João Mendes em um grupo privado no Facebook sugere uma tendência de queda acentuada para o preço do Bitcoin no mercado. De acordo com o estudo, que utiliza a “Teoria das Ondas de Elliot” como fundamento, a criptomoeda pode cair para US$ 2.400 no futuro próximo.

O estudo sobre o que acontecerá com o preço do Bitcoin utiliza um padrão gráfico apontado como capaz de prever a movimentação dos investidores no mercado. Dessa forma, a análise entende que uma queda se aproxima, após o “efeito manada” ser observado no gráfico da cotação da criptomoeda.

Para João Mendes, o preço do Bitcoin deve despencar em até US$ 4.600. A publicação dele nas redes sociais utiliza as “Ondas de Elliot”, onde um trader comentou que utilizou a mesma técnica, mas encontrou resultados inferiores àquele.

Preço do Bitcoin vai cair para US$ 2.400?

Mendes analisou a movimentação da criptomoeda recentemente e encontrou um padrão gráfico que pode ser aplicado à “Teoria das Ondas de Elliot”.

A análise mostra que o preço do Bitcoin deve subir antes de enfrentar uma dura desvalorização. No estudo, é possível ver que essa hipotética valorização pode levar o ativo até cerca de US$ 7.288, chamada de “ponto A”.

Após atingir este valor, ou algo próximo à ele, o preço do Bitcoin despencaria para US$ 5.795, segundo a previsão. Repetindo a Teoria de Ondas de Elliot, a cotação da criptomoeda voltaria a subir depois de cair abaixo de US$ 6.000, em um movimento de “zigue-zague”, encontrando um suporte no “ponto B”, conforme revela a figura a seguir.

No entanto, o “ponto C” traz o que seria o fundo para o preço do Bitcoin na análise. Nesse caso, a cotação da criptomoeda estaria em exatos US$ 4.608,83, segundo o analista.

Mendes perguntou nas redes sociais sobre os resultados de estudos semelhantes de outros usuários. Para o trader Luis Eduardo, o “ponto C” mostra outro valor, sendo algo próximo de US$ 2.400.

Atualmente, o preço do Bitcoin é cotado acima de US$ 6.600. Seguindo a análise gráfica que utiliza as Ondas de Elliot, o estudo prevê uma queda de até 66% em comparação com a cotação atual, por exemplo.

Teoria de Ondas de Elliott aplicada no mercado de criptomoedas

Existem inúmeras teorias aplicadas à previsão do preço do Bitcoin, sendo as Ondas de Elliot um dos estudos mais famosos do mercado financeiro. As Ondas de Elliot são utilizadas por analistas também para prever o movimento conhecido como efeito ‘manada’.

O padrão apresentado neste estudo está completamente relacionado ao comportamento dos investidores. Publicado em 1938, a Teoria de Ondas de Elliott ainda é amplamente utilizada em análises de mercados financeiros, como o das criptomoedas.

O estudo explica que existem padrões geométricos que são formados no gráfico de preços e mostra uma tendência a ser seguida. Esses padrões tendem a ser repetidos e são considerados cíclicos, de acordo com a teoria publicada há 80 anos.

Ao falar sobre o comportamento dos investidores, essa teoria também suscita o efeito ‘manada’ no mercado.

Para Elliott, os investidores tendem a reagir com emoção e de forma impulsiva, o que pode ser verificado na teoria publicada no Facebook que utiliza o gráfico de preços do Bitcoin para chegar na cotação de US$ 2.400.

LEIA MAIS: Trader que acertou previsão também disse que ‘após desvalorização, Bitcoin vai saltar para US$ 50.000’
LEIA MAIS: Trader acerta sobre queda do Bitcoin e diz que criptomoeda pode chegar a US$ 4.300

Artigo

Leave a Comment

bitcoin
Bitcoin (BTC) 28.716,18 4,21%
ethereum
Ethereum (ETH) 1.821,65 3,79%
tether
Tether (USDT) 0,847085 0,03%
binance-coin
Binance Coin (BNB) 256,80 2,96%
cardano
Cardano (ADA) 1,03 3,02%
xrp
XRP (XRP) 0,515600 2,15%
usd-coin
USD Coin (USDC) 0,847085 0,28%
dogecoin
Dogecoin (DOGE) 0,166379 2,14%
polkadot
Polkadot (DOT) 11,53 4,45%
binance-usd
Binance USD (BUSD) 0,847085 0,18%