Altcoins valorizam e Bitcoin perde 2% de dominância em uma semana

O Bitcoin, diferente do que muitos previam após o halving, está lateralizado.

Mais do que isso, o BTC está preso há algumas semanas em tal lateralização. Tal movimento poderia lesar as altcoins, contudo, não lesou.

Cardano, Tezos, Stellar e Chainlink apresentaram amplos ganhos em uma semana. Com isso, a dominância do Bitcoin encolheu 2%.

Altcoins ganham impulso

As altcoins se recusam a esperar que o Bitcoin acorde para demonstrar valorização.

Apoiadas no impulso do Ethereum e finanças descentralizadas (DeFi), muitas delas estão apresentando amplos ganhos.

O maior exemplo é a Cardano (ADA), que se aproxima de sua atualização Shelley. Além do “upgrade”, rumores de listagem na Coinbase também circundam a ADA.

Em apenas uma semana, a altcoin bateu 33% de avanço – em comparação aos 0,35% de ganho exibido pelo BTC.

Outra criptomoeda que valorizou, mas passou fora do radar, foi a Binance Coin.

Também dentro de uma semana, o token nativo da Binance Chain valorizou 19,23% – 3,44% só nas últimas 24 horas contadas da escrita desta matéria.

Toda essa movimentação das altcoins diminuiu a dominância do BTC sobre o mercado. Em 7 dias, tal métrica caiu de 64,2% para 62,2%.

Chainlink avança 53%

Liderando as altcoins dentro do top 20 em termos de valorização está a Chainlink.

Por meio de sólidas parcerias e alguns outros fatores, a altcoin saltou 53% em 7 dias – maior valorização do grupo.

A Tezos, que havia sido apagada, também mostrou sinais de vida. Foram 13,5% de crescimento somente nas últimas 24 horas, totalizando 25,45% nos últimos 7 dias.

Por fim, a Stellar fecha a lista das melhores performances do top 20 dentro de uma semana.

O crescimento de 33,7% consolida a tendência das altcoins de não aguardar pelo Bitcoin.

Em meio ao crescimento das altcoins e queda na dominância do BTC, é possível falar em alt season?

Sem alt season, mas altcoins podem avançar mais

Segundo o analista financeiro Joseph Young, ainda é cedo para falar em alt season.

Trata-se do evento em que altcoins apresentam ganhos estratosféricos em comparação ao Bitcoin.

Entretanto, quanto mais as altcoins valorizam, mas os investidores buscam as altcoins – um ciclo que gera crescimento.

Por fim, apesar de ser cedo para falar em alt season, é também cedo para descartar a possibilidade.

Peter Brandt, trader com mais de 30 anos de experiência, previu que ela pode ocorrer ainda em 2020 – sem precisar o mês.

Leia também: Bitcoin se livrou de dura queda graças à popularidade do DeFi, aponta Forbes

Leia também: Bitcoin pode chegar a R$ 100 mil ainda em julho, indica analista

Leia também: Ebook gratuito ensina a investir em Bitcoin em 5 passos simples

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 47,020.00
  • ethereumEthereum (ETH) $ 1,476.67
  • tetherTether (USDT) $ 1.00
  • cardanoCardano (ADA) $ 1.07
  • binance-coinBinance Coin (BNB) $ 220.55
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 33.03
  • xrpXRP (XRP) $ 0.455383
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 171.72
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 26.43
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 484.54