Acionistas abrem queixa criminal contra a EY por suposto papel no escândalo Wirecard

Os acionistas da fintech alemã Wirecard estão tomando medidas legais contra a empresa de auditoria EY, devido ao escândalo que agora envolve a empresa.

No início deste mês, a empresa se recusou a assinar o relatório financeiro da fintech de 2019 depois de descobrir um déficit de 1,9 bilhão de euros (aproximadamente US$ 2,1 bilhões) em seus livros.

Após a descoberta da EY, as autoridades alemãs prenderam o antigo CEO da Wirecard, Markus Braun, que estava no comando da fintech há quase duas décadas.

Braun foi acusado de conspirar para aumentar os ativos da empresa e deturpar o que representava mais de 32% dos ativos da Wirecard – US$ 2,1 bilhões, dos US$ 6,5 bilhões.

De acordo com a CNBC em 26 de junho, a EY disse que há “indicações claras de que se tratava de uma fraude elaborada e sofisticada, envolvendo várias partes do mundo em diferentes instituições, com um objetivo deliberado de enganação”.

O auditor defendeu sua posição, alegando que “mesmo os procedimentos de auditoria mais robustos e ampliados” não seriam capazes de inviabilizar uma “fraude” dessa natureza.

A associação de acionistas alemã, Schutzgemeinschaft der Kapitalanleger e. V. (SdK), no entanto, apresentou uma queixa criminal contra três auditores da EY – dois atuais e um ex – por seu suposto papel no escândalo contábil.

Cartões de débito cripto afetados pela controvérsia da Wirecard

Em 25 de junho, a Wirecard entrou com um processo de insolvência. À medida que a extensão da suposta fraude se tornou aparente, os reguladores adotaram a suspensão de sua subsidiária, a Wirecard Card Solutions Ltd., responsável pela emissão dos cartões de débito da empresa.

O incidente despertou preocupação no setor de criptomoedas, já que os cartões de débito da Wirex, TenX e CryptoPay estão entre os cartões emitidos pela Wirecard.

Após a ação dos órgãos reguladores, a Crypto.com foi intimada a interromper as operações para seus cartões da UE e do Reino Unido, mas devolveu todos os fundos dos cartões de débito afetados às carteiras dos clientes.

A empresa agora está trabalhando para transferir seu programa de cartões para um novo provedor.

Leia mais:

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 47,115.00
  • ethereumEthereum (ETH) $ 1,495.99
  • cardanoCardano (ADA) $ 1.13
  • binance-coinBinance Coin (BNB) $ 230.22
  • tetherTether (USDT) $ 1.01
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 31.01
  • xrpXRP (XRP) $ 0.435362
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 174.66
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 25.55
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 489.57