A Dreams Digger é uma pirâmide financeira?

Segundo denúncias e investigações das autoridades brasileiras, a Dreams Digger é uma pirâmide financeira que foi lançada em 2019 no Brasil e que prometia alta lucratividade por meio de supostas operações que no mercado Forex, por meio de Bitcoin e outras criptomoedas.

Depois das acusações de atuar como pirâmide financeira, a Dreams Digger mudou de nome, e passou a ser chamada de DD Corporation.

A promessa de lucros estratosféricos a seus investidores, entretanto, prosseguiu, com anúncios que garantiam 400% de lucro ao mês a quem comprasse um pacote de investimento da empresa.

Leonardo Araújo

Comandada por Leonardo Araújo a Dreams Digger tinha sua sede supostamente na Bahia, contudo, não tinha autorização ou dispensa da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para atuar no mercado de investimentos, seja com reais ou com criptomoedas.

A estratégia da empresa foi montada por meio de ações de Marketing Multinível, assim, para angariar novos clientes a empresa prometia bônus por indicação e garantia rentabilidade também em cima dos novos usuários que fossem adicionados na plataforma – esta é uma das razões pelas acusações de que a Dreams Digger é uma pirâmide financeira.

Quando começaram as suspeitas de que a Dreams Digger é pirâmide?

As suspeitas de que a Dreams Digger é uma pirâmide financeira e que a empresa tenha cometido uma série de fraudes vêm desde o seu lançamento, pois o lucro prometido é muito acima do que qualquer outra empresa no mercado.

Além disso, a ausência de autorização dos órgãos federais e o fato da companhia trabalhar em um sistema piramidal de remuneração (sempre é preciso atrair novos clientes para continuar as atividades) também chamavam a atenção.

Tudo isso levou a empresa a ser alvo de investigações do Ministério Público, da CVM e da Polícia Civil por conta de suas atividades.

Com a justiça no “pé”, a Dreams Digger parou de pagar o suposto lucro de seus investidores no final de 2019, alegando ter sofrido um ataque hacker, como também fizeram diversas outras empresas acusadas de fraudes, como Unick Forex, Minerworld, Midas Trend, entre outras.

Após o suposto ataque hacker, a empresa cortou o pagamento de seus clientes e seu presidente Leonardo Araujo prometeu diversas datas para retomar os pagamentos, contudo, nenhuma dessas promessas foi cumprida.

Vida de luxo com dinheiro “roubado” dos investidores

Áudios vazados nas redes sociais revelaram que o Araújo saiu do Brasil e passou a ter uma vida de luxo em Portugal e em Dubai, supostamente com o dinheiro dos investidores da empresa que ainda estão sem receber, aumentando ainda mais o coro dos acusadores que afirmam que a Dreams Digger é pirâmide financeira.

Diversos investidores tenham procurado a Justiça em busca de reaver os valores investidos na empresa e, embora a Justiça tenha concedido bloqueio de bens e contas bancárias em alguns desses processos, nada tem sido encontrado pois, supostamente, Leonardo Araújo, autor do golpe, já teria sumido com tudo.

“A empresa era certamente um golpe. A Dreams Digger é pirâmide financeira”, destacam declarações da Polícia Civil, da CVM e do Ministério Público.

Resultado, hoje a Dreams Digger está de “portas fechadas”, com seu presidente sumido e sem pagar milhões de reais a seus investidores que buscam na Justiça uma forma de reaver seu dinheiro que, ao invés dos prometidos 400% de lucro, está lhes rendendo 100% de prejuízo.

LEIA MAIS

Artigo

Leave a Comment

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 18,883.41
  • ethereumEthereum (ETH) $ 588.41
  • rippleXRP (XRP) $ 0.647577
  • tetherTether (USDT) $ 0.999085
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 342.47
  • chainlinkChainlink (LINK) $ 15.29
  • litecoinLitecoin (LTC) $ 86.77
  • polkadotPolkadot (DOT) $ 5.55
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.163151
  • binancecoinBinance Coin (BNB) $ 33.23